Número de casos confirmados da variante Delta no Rio Grande do Sul sobe para oito

Número de casos confirmados da variante Delta no Rio Grande do Sul sobe para oito

Secretaria Estadual de Saúde confirmou novas contaminações em Santana do Livramento e Canoas

Rádio Guaíba

RS soma 8 casos confirmados da variante Delta

publicidade

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) confirmou, nesta segunda-feira, mais três casos da variante Delta no Rio Grande do Sul. As contaminações, conforme o Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs) foram registradas em Santana do Livramento e Canoas.

No município da Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul, duas pessoas testaram positivo para a cepa. Na cidade da região Metropolitana, a variante infectou uma pessoa.

Com a nova atualização, subiu para oito o número de gaúchos contaminados pela Delta, considerada por especialistas mais transmissível, mas ainda sem estudos que comprovem a gravidade. A SES ainda não contabiliza os dois casos confirmados pela Prefeitura de Montenegro nesta tarde, apesar de considerá-los prováveis, após exames realizados pelo Cevs indicarem a probabilidade.

Segundo o órgão, as amostras serão enviadas para a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Rio de Janeiro, para que seja realizado o sequenciamento genético para que os casos sejam confirmados, oficialmente.

Além dos casos do município do Vale do Caí, outros 25 também serão enviados para a Fiocruz nesta terça. Outros nove seguem aguardando resultado de exames na fundação.

Ministério da Saúde

Na contagem do Ministério da Saúde (MS), divulgada na última sexta, o Rio Grande do Sul aparece com 16 casos confirmados da variante Delta. No entanto, o órgão alega que os números podem sofrer alterações após investigação feita pelas gestões locais. Além da quantidade referente ao Estado, a pasta contabiliza mais 233 casos positivos para a nova cepa, espalhados em mais dez estados do país.

Casos Delta RS confirmados:

4 – Santana do Livramento – dois confirmados por sequenciamento genético completo pelo governo uruguaio e dois confirmados por sequenciamento parcial pelo Cevs mais vínculo epidemiológico com os anteriores. Já os últimos dois são casos importados – pacientes vieram do exterior;
2 – Gramado – um confirmado por sequenciamento genético completo pela Fiocruz e um confirmado por sequenciamento genético parcial pelo Cevs mais vínculo epidemiológico com o caso anterior;
Nova Bassano – confirmado por sequenciamento genético completo pelo Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC), no Rio de Janeiro – caso importado, paciente diagnosticado no Estado do Rio de Janeiro;
Canoas –  confirmado por sequenciamento genético completo pela Fiocruz.

Aguardando retorno da Fiocruz:

Gramado – vínculo epidemiológico com o primeiro caso confirmado no município;
3 – Sapucaia do Sul – identificado por sequenciamento genético parcial pelo Cevs;
2 – Esteio – identificado por sequenciamento genético parcial pelo Cevs;
Alvorada – identificado por sequenciamento genético parcial pelo Cevs;
Passo Fundo – identificado por sequenciamento genético parcial pelo Cevs;
São José dos Ausentes – identificado por sequenciamento genético parcial pelo Cevs


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895