Números do Ministério da Saúde indicam que 26 mil internações aguardam testes de Covid-19
capa

Números do Ministério da Saúde indicam que 26 mil internações aguardam testes de Covid-19

São casos de síndrome respiratória aguda grave, que pode ser causada pelo coronavírus ou por outros vírus, como o influenza

Por
R7

Internações por Covid-19 no país chegam a 3.416

publicidade

Números do Ministério da Saúde mostram que 26.644 internações de pessoas que apresentaram SRAG (síndrome respiratória aguda grave) estão sendo investigadas por suspeita de covid-19.

Das 31.451 notificações de internações por SRAG, que são compulsórias, ocorridas entre 16 de fevereiro até 8 de abril, 3.416 (11%) já foram confirmadas para Covid-19.

Em 622 pacientes, os testes deram positivo para influenza A e B; 769 pessoas testaram positivo para outros vírus respiratórios.

O restante, os 26.644, aguarda resultado de exames laboratoriais. As internações por coronavírus em todo o país começaram a subir a partir do dia 1º de março, mostram os dados do ministério.

As hospitalizações por SRAG por todos os agentes etiológicos, incluindo o coronavírus, aumentaram nas primeiras semanas de 2020, na comparação com igual período de 2019.

As estatísticas de coronavírus mostram que apenas 5% dos infectados necessitam de internação hospitalar, sendo que nem todos precisam de terapia intensiva. 

Os números evidenciam a importância da vacinação contra a gripe, já que as complicações decorrentes de infecção pelo vírus influenza também podem causar internações hospitalares no momento em que o sistema de saúde tende a operar no limite.