Noite dos Museus: Porto Alegre tem acúmulo de lixo na rua após evento

Noite dos Museus: Porto Alegre tem acúmulo de lixo na rua após evento

Espaços e vias públicas amanheceram com garrafas quebradas, copos e bitucas de cigarro

Felipe Nabinger

Cerca de 40 sacos de lixo já haviam sido retirados somente da praça da Alfândega

publicidade

A Noite dos Museus foi um sucesso, atraindo centenas de pessoas em atrações espalhadas pelos espaços culturais da cidade. No entanto, a ocupação dos locais públicos pela população à noite precisa ser feita de forma consciente. Na manhã de domingo, a região central de Porto Alegre amanheceu com acúmulo de lixo nas proximidades dos locais onde aconteceram apresentações relacionadas ao evento.

Foi possível constatar garrafas de vidro, copos plásticos, bitucas de cigarro e recipientes de isopor usados para servir alimentos na Praça da Alfândega e na rua dos Andradas, incluindo a Casa de Cultura Mário Quintana. Segundo um dos garis da cooperativa terceirizada que trabalha para o Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU), 40 sacos de lixo já haviam sido retirados somente da praça.


Lixo jogado em espaços públicos durante evento da noite de sábado. Foto: Matheus Piccini
 

No entanto, garrafas de vidro quebradas na via pública geraram transtornos para quem trafegava com o carro. O motorista de aplicativo Anderson Andrade, 34, sofreu com um pneu furado na Andradas. “Antes de estacionar, tinha uns cacos pequenos que não vi. Agora não tem o que fazer, estou sem estepe porque ontem tive problema com o carro em um buraco”, explica.


 Anderson Andrade teve pneu do carro furado por caco de vidro de garrafa quebrada. Foto: Matheus Piccini
 

Andrade vê falta de consideração por parte de quem curte a noite na Capital. “Acredito que se cada um fizesse a sua parte as coisas poderiam ser melhores. Responsabilizam sempre o governo e não fazem sua parte. As coisas não precisavam ser assim. Ninguém pensa no próximo”, lamentou.

O Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU) informou ao Correio do Povo que, durante a realização do evento no Centro Histórico, foram disponibilizados 14 garis e 4 contentores. Às 4h da madrugada mais uma equipe foi acionada para dar conta da demanda no entorno dos museus. A partir das 7h, outra equipe com mais garis chegou para dar apoio operacional.

No final da manhã, outra equipe com 21 garis foi destacada para as ruas adjacentes da região, uma vez que houve essa movimentação de público em direção aos bares e pontos específicos do Centro Histórico, deixando garrafas e outros materiais pelas ruas e canteiros.

“Durante a madrugada e manhã deste domingo foram 248 sacos de resíduos além dos contentores colocados. Foi recolhido mais de uma tonelada de resíduos neste período”, descreve o diretor-geral do DMLU, Paulo Marques.


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895