Novo centro obstétrico da Santa Casa será reaberto nesta terça em Porto Alegre

Novo centro obstétrico da Santa Casa será reaberto nesta terça em Porto Alegre

Atendimento na unidade será gradual

Correio do Povo

Área reformada dispõe de uma sala com seis leitos de pré-parto, três quartos individuais para pré-parto, parto e pós-parto, além de três salas cirúrgicas

publicidade

O novo Centro Obstétrico da Maternidade Mário Totta, da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre, está sendo reaberto nesta terça-feira. O atendimento na unidade será gradual. Acolhedora e humanizada, a área reformada dispõe de uma sala com seis leitos de pré-parto, três quartos individuais para pré-parto, parto e pós-parto, além de três salas cirúrgicas das quais uma delas foi estruturada para procedimentos de medicina fetal.

Já a reforma na unidade de internação obstétrica, com capacidade para 26 leitos, ocupada, temporariamente pelo Centro de Neonatologia, que, até o final do primeiro semestre de 2020, será transferido para a nova e definitiva área. “Em maio deve ser entregue o novo Centro de Neonatologia”, calculou o supervisor médico da maternidade, obstetra Rui Soares Silveira. Toda a estrutura conta com equipes médicas e de enfermagem nas 24 horas.

Com recursos próprios, verbas de bancadas parlamentares, financiamento bancário e de doadores, o projeto de modernização da maternidade está em andamento há dois anos. “Para o Centro Obstétrico, otimizamos um espaço já existente”, resumiu o médico. “Equipamentos e mobiliários...é tudo novo”, frisou. O supervisor médico destacou outra novidade para o setor que foi a aquisição de um equipamento de cirurgia de videolaparoscopia, bem como instrumentos modernos para cirurgia intrauterina.

Ele adiantou que o futuro Hospital Nora Teixeira, cuja inauguração está prevista para março de 2022, terá o primeiro andar ocupado pela unidade de internação da Maternidade Mário Totta. “Lá haverá internações de convênios e particulares, permanecendo o atendimento às pacientes do SUS no Hospital Santa Clara, em uma área totalmente reformada”, afirmou.

Rui Soares Silveira disse ainda que a média mensal de partos na Maternidade Mário Totta fica entre 300 e 350, sem contar os procedimentos cirúrgicos. Cerca de 60% dos atendimentos são pelo SUS e o restante são particulares, com muitas pacientes vindas do Interior.


Mais Lidas





Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895