Para 76%, pessoas devem ficar em casa para evitar o novo coronavírus, diz pesquisa
capa

Para 76%, pessoas devem ficar em casa para evitar o novo coronavírus, diz pesquisa

Instituto Datafolha divulgou dados nesta segunda-feira

Por
Correio do Povo

Isolamento social é defendido por 76% dos entrevistados de pesquisa do Datafolha

publicidade

Para 76% dos entrevistados de uma nova pesquisa do Instituto Datafolha, o isolamento social nos atuais moldes é necessário para fazer frente ao avanço do novo coronavírus. A pesquisa divulgada nesta segunda-feira mostrou que a maioria das pessoas consultadas são favoráveis a permanecer em casa para evitar a disseminação do vírus, ainda que isso prejudique a economia e cause desemprego. 

Conforme o Datafolha, apenas 18% dos entrevistados acreditam que é preciso acabar com o isolamento social para estimular a economia. 

Na divisão por região, no Sul, 70% das pessoas que foram entrevistadas defendem o isolamento social. Este índice é o menor em relação a outras regiões. O apoio para que todos fiquem em casa é maior, por exemplo, no Nordeste, onde 81% defendem a medida de combate ao avanço da Covid-19. 

Comércio 

De acordo com a pesquisa, dois terços dos entrevistados querem manter a proibição de abertura dos comércios não essencial, enquanto 87% dizem que as aulas devem continuar suspensas. 

A pesquisa foi feita entre os dias 1 e 3 de abril, sendo que foram ouvidas 1.511 pessoas por telefone, justamente em função da pandemia. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos. 

Como prevenir o contágio do novo coronavírus 

De acordo com recomendações do Ministério da Saúde, há pelo menos cinco medidas que ajudam na prevenção do contágio do novo coronavírus:

• lavar as mãos com água e sabão ou então usar álcool gel.

• cobrir o nariz e a boca ao espirrar ou tossir.

• evitar aglomerações se estiver doente.

• manter os ambientes bem ventilados.

• não compartilhar objetos pessoais.