Pelo menos oito cidades do Rio Grande do Sul registram queda de neve

Pelo menos oito cidades do Rio Grande do Sul registram queda de neve

Potente massa de ar polar derrubou ainda mais as temperaturas e trouxe chuva congelada a municípios de várias regiões do Estado

Jonathas Costa

Neve modificou paisagem em São Francisco de Paula, na Serra, onde o fenômeno ocorreu com maior intensidade

publicidade

Como previsto, a potente massa de ar polar que ingressou no Estado derrubou ainda mais as temperaturas nesta quinta-feira e trouxe, até às 22h, neve em pelo menos oito cidades do Rio Grande do Sul e outras duas de Santa Catarina, segundo levantamento da MetSul Meteorologia. Em São Francisco de Paula, na Serra gaúcha, o acúmulo de flocos foi maior. A neve granular começou a cair na região por volta das 13h30min, mas foi somente por volta das 19h que o município registrou a maior intensidade do fenômeno, ainda que a neve tenha sido de fraca a moderada.

O casal Graziela e Juliano Lauxen, moradores da área rural do município, aproveitou para mostrar à pequena Júlia como é brincar na neve. Apesar de a família já ter presenciado o fenômeno na propriedade em outros anos, esta foi a primeira vez da filha de três anos de idade, que ainda não tinha nascido na última grande nevada, em agosto de 2013.

 

 

Gramado e Canela também registraram neve, mas em menor intensidade e que, por vezes, veio misturada a um chuvisco congelado. Muitos turistas foram para as ruas fazer fotos e vídeos. O Centro de Gramado ficou lotado durante a noite. Grande quantidade de pessoas ficou concentrada na avenida Borges de Medeiros, em frente à Rua Coberta e à Igreja Matriz São Pedro. Pequenas partículas de gelo caíram do céu no começo da noite, mas os flocos não chegaram a acumular.

A queda de neve também ocorreu em Jaquirana, Cambará do Sul, Riozinho, Bom Jesus e São José dos Ausentes, onde a neve chegou a se acumular sobre os veículos.

 

 

 

Outras dezenas de municípios gaúchos, em diversas regiões do Estado, registraram chuva congelada. Até mesmo Canoas, na Região Metropolitana, foi atingida pelo fenômeno, cujo processo de formação é diferente da neve. 

 

 

Os prognósticos da MetSul Meteorologia indicam que nas primeiras horas desta sexta-feira ainda há chances de neve nos Aparados da Serra, mas no decorrer do dia, com a abertura do tempo, as possibilidades cessam, levando as chances para o Norte de Santa Catarina e parte do Paraná.

A possibilidade de Curitiba ter neve é baixa, mas não é descartada. “Tecnicamente, não é possível descartar, mas a chance é pequena. Modelo WRF projeta temperatura entre 2°C e 4°C com precipitação para Curitiba e São José dos Pinhais e com a atmosfera muito resfriada, o que, em tese, são condições propícias. No campo espacial, o modelo mostra chance de neve perto de Curitiba. A atmosfera em altitude não estará tão fria quanto em 2013, o que nos leva a destacar a chance baixa”, explica meteorologista Estael Sias, da MetSul. 

Cidades com registro de neve até às 22h

  • Gramado
  • Canela
  • São Francisco de Paula
  • Jaquirana
  • Cambará do Sul
  • São José dos Ausentes
  • Riozinho
  • Bom Jesus
  • São Joaquim (SC) 
  • Bom Jardim da Serra (SC)

 

Cidades com registro de chuva congelada até às 22h

  • Nova Petrópolis
  • Salvador do Sul
  • General Câmara
  • Canoas
  • Canguçu
  • Morro Redondo
  • Rio Grande
  • Santa Vitória do Palmar
  • Chuí
  • Herval
  • Triunfo
  • Pelotas
  • Santa Maria do Herval
  • Bento Gonçalves
  • Montenegro
  • Caxias do Sul
  • Farroupilha
  • Lajeado, entre outros

 

 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895