Petrobras prolonga teletrabalho de milhares de funcionários até dezembro

Petrobras prolonga teletrabalho de milhares de funcionários até dezembro

Entretanto, a empresa esclareceu que algumas atividades podem retomar o trabalho presencial antes do final do ano

Por
AFP

A extensão do home office até 31 de dezembro inclui 25.000 dos 45.000 funcionários


publicidade

A Petrobras prorrogou o teletrabalho, adotado em março devido à epidemia de coronavírus, até o final do ano e examina sua implementação permanente três dias por semana, informou a companhia petrolífera. A extensão do teletrabalho até 31 de dezembro inclui 25.000 dos 45.000 funcionários, informou a empresa sediada no Rio de Janeiro à AFP.

A decisão foi tomada "considerando o compromisso com a proteção à vida e à saúde dos colaboradores e com o objetivo de viabilizar a execução gradual da estratégia de retorno", afirmou a companhia por e-mail.

A Petrobras esclareceu, entretanto, que algumas atividades, de acordo com a necessidade da empresa, podem retomar o trabalho presencial antes do final do ano, em espaços físicos e em áreas adaptadas e adequadas.

O sucesso inicial do modelo também levou a Petrobras a estudar a implantação permanente do teletrabalho até três dias por semana, embora, por enquanto, não tenha detalhes sobre a extensão da medida. "O modelo permanente ainda está sendo elaborado e só terá início após a conclusão do presente modelo transitório regido em função da pandemia", afirmou.


O Brasil é o segundo país com o maior número de casos e mortes por coronavírus, atrás dos Estados Unidos. Na quarta-feira, havia mais de 1,44 milhão de infectados e 60.600 mortos pela doença.