Pfizer/BioNTech fornecerá 40 milhões de doses de vacinas ao sistema Covax

Pfizer/BioNTech fornecerá 40 milhões de doses de vacinas ao sistema Covax

Iniciativa da OMS destinará milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 a países desfavorecidos

AFP

Pfizer/BioNTech fornecerão 40 milhões de doses de sua vacina à iniciativa Covax

publicidade

A Organização Mundial da Saúde (OMS) e a aliança Pfizer/BioNTech anunciaram nesta sexta-feira um acordo que permitirá o fornecimento de 40 milhões de doses da vacina contra a Covid-19 da gigante farmacêutica ao sistema Covax. Elas serão destinadas aos países desfavorecidos e fornecidas "a preço de custo". Devem ser entregues durante o primeiro trimestre, disse o chefe da Pfizer, Albert Bourla, em uma coletiva de imprensa com a OMS.

Lançado para tentar permitir uma distribuição justa das vacinas, o sistema Covax planeja conseguir este ano vacinas suficientes para 20% da população mais vulnerável de todos os países, ricos e pobres. Co-liderado pela OMS, pela Aliança para a Vacinação GAVI e pela Coalizão para as Inovações no Preparo para Epidemias (CEPI), chegou a acordos com os fabricantes para 2 bilhões de doses.

O sistema também exerceu suas opções de adquirir 100 milhões de doses da vacina desenvolvida pela AstraZeneca/Oxford do fabricante indiano Serum Institute of India. A maioria desses imunizantes devem ser entregues no primeiro trimestre.

A OMS deve conceder primeiro sua aprovação emergencial para esta vacina, decisão que está prevista para meados de fevereiro. Até o momento, somente a vacina da Pfizer/BioNTech obteve esta aprovação.

 

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895