PM prende um e dispersa protesto com cassetetes no Rio

PM prende um e dispersa protesto com cassetetes no Rio

Manifestação acabou gerando atos de vandalismo na região central

Por
AE

Grupo dos Black Blocs cercou delegacia de polícia

publicidade

Um protesto que reuniu cerca de 200 manifestantes no centro do Rio, na noite desta segunda-feira, terminou em confusão quando a polícia usou cassetete e armas de choque para dispersar os ativistas. Duas agências bancárias tiveram vidros quebrados e um rapaz acusado de participar da depredação foi detido. Ele negou ter participado de atos de vandalismo.

Os ativistas se reuniram por volta das 19h em frente à Câmara Municipal, na Cinelândia. Dali decidiram seguir para a Assembleia Legislativa, onde ocuparam as escadarias, a partir das 20h. Para tentar evitar que os policiais militares revistassem o grupo, os próprios manifestantes fizeram um cordão de isolamento.

A polícia então usou cassetetes e armas de choque para dispersar, provocando correria na rua da Assembleia. Neste momento, ocorreram atos de vandalismo com a quebra de vidros de duas agências bancárias (do Santander e do Banco do Brasil) e a destruição de lixeiras.

Manifestantes decidiram cercar a frente da 5ª Delegacia de Polícia (DP), na Lapa, para onde foi levado o jovem acusado pela Polícia Militar de ter quebrado com uma pedra a vidraça de uma agência bancária. Eles pertencem ao grupo Black Blocs.


Bookmark and Share