Pontos brilhantes no planeta anão Ceres podem ser acúmulo de gelo
capa

Pontos brilhantes no planeta anão Ceres podem ser acúmulo de gelo

Sonda da Nasa fez primeirou mapeamento orbital do objeto no Cinturão de Asteroides

Por
Correio do Povo

Sonda da Nasa fez primeiro mapeamento orbital do objeto no Cinturão de Asteroides

publicidade

A nave Dawn fez o mapeamento orbital mais completo já realizado do planeta anão Ceres, o maios corpo celeste localizado no Cinturão de Asteróides, entre Marte e Júpiter. O sobrevoo a 13,6 mil quilômetros de distância deu novas pistas sobre os misteriosos pontos brilhantes que se destacam em uma cratera. Cientistas determinaram que trata-se de material altamente reflexivo, "possivelmente gelo".

Em junho, a sonda da Nasa alcançará uma órbita ainda mais próxima, a 4,4 mil quilômetros, o que talvez resolva o enigma brilhante. Se a hipótese do gelo for confirmada, será mais uma evidência da abundância de água no Sistema Solar, mesmo que de forma congelada.

A missão Dawn tenta descobrir o passado geológico de Ceres para encontrar pistas dos primórdios da vizinhança solar, incluindo a Terra. Além disso, tentará detectar se o planeta anão é geologicamente ativo.

Confira a animação: