Porto Alegre acolhe bandeira preta, suspende aulas e fecha estabelecimentos das 22h às 5h

Porto Alegre acolhe bandeira preta, suspende aulas e fecha estabelecimentos das 22h às 5h

Bandeira laranja segue valendo até segunda, e novas normas entram em vigor na terça, com o objetivo de evitar agravamento da pandemia de Covid-19

Correio do Povo

Porto Alegre fica em bandeira preta

publicidade

Após a decisão do governo do Estado, de colocar Porto Alegre e outras 10 regiões em bandeira preta por conta do agravamento da situação da pandemia de Covid-19, a prefeitura garantiu que irá seguir as orientações e não recorrerá da decisão. Assim, ficam suspensas as aulas a partir de terça-feira e os estabelecimentos serão fechados entre 22h e 5h já a partir deste sábado, conforme decreto estadual a ser publicado. 

A decisão foi comunicada em uma live feita pelo prefeito Sebastião Melo e demais membros do governo municipal na noite desta sexta-feira. Melo garantiu que a prefeitura tem atuado em conjunto com o governo do Estado no combate à Covid-19 e se solidarizou com as vítimas da pandemia na cidade e no Rio Grande do Sul.

Assim, o prefeito comunicou a suspensão das aulas na rede municipal. Ainda definiu o fechamento dos estabelecimentos comerciais das 22h às 5h, com o objetivo de evitar aglomerações. De acordo com Melo, a Guarda Municipal e a Brigada Militar irão atuar para evitar a disseminação do vírus. 

As medidas passam a valer a partir de terça-feira. Até a segunda-feira, ainda valem as medidas de bandeira laranja, sob a qual a região de Porto Alegre ainda vigora por meio da cogestão.

Veja Também

No início da noite desta sexta-feira, a taxa de ocupação das Unidades de Terapia Intensiva estava em quase 93%. Dos 812 pacientes em UTI, 324 já tinham recebido o diagnóstico de Covid-19. Apenas 56 leitos de UTI estavam disponíveis em toda a rede hospitalar da Capital. 

Abertura de leitos

Além disso, a prefeitura anunciou uma série de medidas emergenciais para ampliação de leitos na rede pública da Capital. A informação foi confirmada na live pelo secretário de Saúde, Mauro Sparta.  

Já neste sábado, 70 leitos clínicos junto ao Hospital de Porto Alegre, além  de 10 UTIs disponíveis. A secretaria também tenta viabilizar leitos junto ao Hospital Beneficência Portuguesa, a partir de segunda, com 10 UTIs e 62 clínicos.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895