Porto Alegre registra 88,29% de ocupações das UTIs em hospitais

Porto Alegre registra 88,29% de ocupações das UTIs em hospitais

Internações em Unidades de Terapia Intensiva adulto relacionadas à Covid-19 representavam 51,48% do total

Por
Jessica Hübler

Dos 709 pacientes em leitos de UTIs em Porto Alegre, mais de 300 tinham relação com coronavírus


publicidade

As internações em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) adulto da Capital, relacionadas à Covid-19, representavam 51,48% do total na tarde de hoje. Dos 709 pacientes em leitos de UTIs em Porto Alegre, 365 tinham relação com o novo coronavírus, sendo 324 confirmados e 41 suspeitos. Além disso, 11 pacientes com diagnóstico positivo da doença estavam nas emergências dos hospitais aguardando por leitos de UTI. A taxa de ocupação geral era de 88,29%.

Com o objetivo de reforçar estes atendimentos, o Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA) concluiu, ontem, a instalação dos 105 leitos críticos previstos para atendimento a casos graves da Covid-19. Desde 2 de abril, com os recursos recebidos do Ministério da Educação, o hospital vem realizando remanejamento de áreas, equipamentos e profissionais para implementar o seu novo Centro de Terapia Intensiva (CTI) no Bloco B, um dos prédios novos concluídos no final de 2019.

A instalação foi ocorrendo por módulos, desde o início da pandemia. Também já houve contratação de 693 profissionais temporários para as vagas liberadas pelo Ministério da Economia e convocação de voluntários para diversas atividades. Apesar de todos esses esforços na ampliação dos leitos, o HCPA vem mantendo, nas últimas semanas, uma taxa de ocupação próxima aos100% no CTI Covid. 

Na manhã de hoje, quando a capacidade ainda era de 100 leitos operacionais, havia 97 pacientes adultos internados. A instituição também lida com o aumento no número de profissionais infectados, fragilizando sua força de trabalho. Dos cerca de seis mil trabalhadores, até o momento 565 testaram positivo para a covid-19 e, destes, 171 seguem afastados das atividades por causa da doença.

Com relação ao contexto estadual, a taxa de ocupação dos 2.451 leitos de UTI adulto disponíveis era 75,4% na tarde de ontem. Entre os 1.848 pacientes internados nestas unidades, 878 estavam relacionados à Covid-19, sendo 676 confirmados e 202 suspeitos, o que representava 47,51% das internações em UTIs adulto do Rio Grande do Sul.