Porto Alegre registra leve queda na ocupação de leitos de UTIs por Covid-19

Porto Alegre registra leve queda na ocupação de leitos de UTIs por Covid-19

Rede hospitalar da Capital reportou 280 pacientes internados com diagnóstico da doença nesta segunda-feira

Christian Bueller

Rede hospitalar da Capital reportou 280 pacientes internados com diagnóstico da doença nesta segunda-feira

publicidade

Porto Alegre apresentou leve queda na taxa de ocupação de UTIs nesta segunda-feira, se mantendo abaixo dos 280 pacientes confirmados com Covid-19 desde a semana passada. Neste dia 25, a Capital contabiliza 262 casos confirmados, 21 suspeitos e seis pessoas aguardando leito. Ao todo, contando pacientes de outras doenças, são 661 para 815 leitos operacionais, representando 82,94%, nos hospitais monitorados pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

Veja Também

Até as 17h, dois hospitais não tinham atualizado seus dados, Santa Ana e Pronto Socorro. Apenas o Hospital Moinhos de Vento opera 100% da capacidade. Cinco instituições estão com mais de 90% de eleitos ocupados: Mãe de Deus (91,67%), Hospital Ernesto Dornelles (92,31%), Instituto de Cardiologia (92,68%), Nossa Senhora da Conceição (93,33%) e Cristo Redentor (94,87%). O Fêmina segue tendo a menor taxa de ocupação, 50%.

Estes últimos três estabelecimentos citados pertencem ao Grupo Hospitalar Conceição (GHC), que divulgou a taxa média de ocupação de leitos de UTI adulto em todo o mês de dezembro de 2020. O número chegou a 97,47%, ainda que a meta fosse não passar dos 85%. O tempo médio de permanência nestes setores foi de 10,33 dias por paciente. Já a taxa de mortalidade indicou 5,68%.

No Rio Grande do Sul, a taxa de ocupação nesta segunda-feira é de 73,6%, mantendo a médias das duas últimas semanas. Dos 2.660 leitos disponíveis, 1.958 pacientes estão em UTIs adulto. Destes, 791 confirmados com a doença e 150 casos suspeitos.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895