Porto Alegre tem 95% da população vacinável com imunização completa ou parcial

Porto Alegre tem 95% da população vacinável com imunização completa ou parcial

Prefeitura irá realizar novas medidas para reforçar e completar o quadro de vacinação

Correio do Povo

Prefeito em exercício Ricardo Gomes apresentou o levantamento sobre a vacinação em Porto Alegre

publicidade

A Prefeitura de Porto Alegre anunciou na tarde desta quarta-feira um levantamento sobre a vacinação contra a Covid-19 na cidade. Segundo o prefeito em exercício Ricardo Gomes, a Capital gaúcha já possui 95% da população vacinável com a imunização completa ou parcial. Até as 15h de hoje, o número total de doses aplicadas foi de 1.737.141, e já receberam a primeira dose ou dose única 1.072.521 pessoas.

De acordo com Gomes, os 5% vacináveis que ainda não se imunizaram representam 57.638 pessoas. Destes, 38.328 estão registrados no Cadastro Único, ou seja, pessoas em situação de vulnerabilidade social inscritas em algum programa social do governo, como o Bolsa Família. "Nosso esforço é levar vacina para aqueles que querem se vacinar e ainda não tiveram acesso. Nosso dever é viabilizar para os cidadãos mais necessitados”, explicou. 

O Cadastro Único possui 152.763 mil pessoas cadastradas em Porto Alegre. Os não vacinados aptos a se imunizarem representam 25%. Fora do Cadastro Único, há 977.393 mil porto-alegrenses. Destes, 2% não se vacinaram. 

Bairros com baixos índices de imunização

Ricardo Gomes ainda apresentou o mapeamento dos dez bairros com menores índices de imunização em Porto Alegre. São eles: Restinga (9%); Lomba do Pinheiro (6,2%); Santana (5,2%); Sarandi (5%); Santa Tereza  (4,6%); Santa Rosa de Lima (4,1%); Mário Quintana (3,4%); Bom Jesus (3,3%); Partenon (2,8%) e Morro Santana (2,8%). 

A partir deste levantamento, a Prefeitura de Porto Alegre irá realizar novas medidas para reforçar e completar o quadro de vacinação. 

Confira as 10 ações para ampliar a vacinação e facilitar o acesso: 

1. Ampliação da rede com vacinas D1, D2 e D3. Aumento de 11 pontos para 57 locais de vacinação, entre elas mais 25 unidades, 19 farmácias e dois drive thrus, iniciando nesta quinta-feira, 16. 

2. Ampliação do 3º turno de vacinação: de quatro para 30 unidades, tendo pelo menos uma unidade em cada bairro prioritário.

3. Nova unidade Mercado Público, no Largo Glênio Peres. Funcionamento nesta quinta e sexta, das 9h às 17h. A partir de semana que vem das 13h às 19h. 

4. Parceria com os aplicativos de transporte. R$ 300 mil em vouchers de viagem com distribuição pelas entidades de assistência social, a partir da próxima semana. 

5. Unidade móvel nos bairros: os locais serão divulgados no portal oficial e redes sociais da Prefeitura, pelo aplicativo 156+POA ou pelo telefone 156.

6. Dia Nacional da Multivacinação: está previsto para o dia 2 de outubro uma ação especial nos bairros prioritários com linhas circulares de ônibus gratuito que irão levar os moradores aos pontos de vacinação.

7. Redução no intervalo da Pfizer de 10 para 8 semanas (em andamento).

8. Vacinação de adolescentes, baixando para 15 anos a partir de quinta-feira.

9. Dose 3 para 70 anos ou mais com esquema vacinal completo há pelo menos seis meses (em andamento).

10. Retomada dos drive thrus: Barra Shopping Sul e Bourbon Wallig, das 9h às 17h.

 

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895