Porto Alegre volta a bater recorde de ocupação de UTIs por pacientes com Covid-19

Porto Alegre volta a bater recorde de ocupação de UTIs por pacientes com Covid-19

Apenas dois hospitais de Porto Alegre têm ocupação de UTI igual ou inferior a 70%

Correio do Povo

UTIs de Porto Alegre estão sob pressão devido ao coronavírus

publicidade

Com informações da repórter Jessica Hübler

A ocupação de leitos de UTI por pacientes com Covid-19 voltou a bater recorde em Porto Alegre, mantendo uma tendência de leve alta. No fim da tarde desta quinta-feira, 342 pessoas com diagnóstico confirmado da doença causada pelo novo coronavírus estavam em tratamento intensivo em hospitais da Capital. 

Nesse momento, pelo menos 50,75% das internações em UTIs adulto de Porto Alegre estavam relacionadas à Covid-19. Além dos pacientes com Covid-19, outros 29 em UTIs eram considerados casos suspeitos da doença. Outros 13 pacientes com o novo coronavírus estavam em emergências hospitalares aguardando por leitos de UTI. 

Com 828 vagas ao todo de UTI, a ocupação estava em 89,6% no fim da tarde, segundo a Secretaria Municipal da Saúde. Só dois dos 17 hospitais com leitos de UTI estavam ocupação do setor igual ou inferior a 70%. Moinhos de Vento, Vila Nova, Independência e Restinga eram os hospitais sem qualquer vaga na UTI. 

Crescimento superior a 50% em 30 dias 

O número de confirmados nas UTIs de Porto Alegre era 51,11% superior ao verificado no dia 13 de julho. As internações desses casos passaram de de 225 para 340 em um mês. 

 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895