Prazo para pagar IPTU de Porto Alegre prorrogado por causa de greve
capa

Prazo para pagar IPTU de Porto Alegre prorrogado por causa de greve

Primeira parcela vence na segunda-feira

Por
Correio do Povo

Greve dos vigilantes motiva prorrogação do vencimento do IPTU

publicidade

A greve de vigilantes, deflagrada no começo desta semana, causou o fechamento de agências bancárias em Porto Alegre e a paralisação motivou a prorrogação do vencimento da primeira parcela do IPTU e da Taxa de Coleta de Lixo para a próxima segunda-feira. A medida da Secretaria da Fazenda tem o objetivo de minimizar os transtornos dos contribuintes que não conseguiram acessar os bancos por conta da manifestação da categoria.

De acordo com a Secretaria da Fazenda, as guias estão disponíveis no site, mediante informação da inscrição do imóvel. O pagamento parcelado em 10 vezes pode ser feito nos nove bancos da rede conveniada com a prefeitura: Caixa Econômica Federal, Banrisul, Banco do Brasil, Bradesco, Itaú, Santander, Citibank, HSBC e Sicredi. O não pagamento da primeira parcela na data prevista ocasionará multa e juros e a inscrição em dívida ativa do município.

Em janeiro, 55% dos proprietários de imóveis de Porto Alegre efetuaram o pagamento do imposto em cota única, com 12% de desconto. Dos recursos gerados pelo IPTU, pelo menos 25% são destinados à educação e 15% são aplicados em saúde, conforme prevê a Constituição Federal.