Prefeitura de Porto Alegre encerra testagem de viajantes aéreos para Covid-19

Prefeitura de Porto Alegre encerra testagem de viajantes aéreos para Covid-19

Protocolo foi iniciado em 19 de julho com o objetivo de monitorar a circulação da variante Delta

Rádio Guaíba

Prefeitura de Porto Alegre decidiu encerrar testagem de viajantes aéreos para Covid-19

publicidade

A Secretaria Municipal de Saúde de Porto Alegre encerrou, nesta segunda-feira, a testagem para Covid-19 de viajantes que chegam por via aérea na capital gaúcha. A medida leva em consideração aspectos como o percentual de pessoas com duas doses da vacina ou com esquema vacinal completo, estabilidade no número de novos casos e de internações hospitalares em decorrência da doença, além da situação controlada de transmissão da variante Delta do coronavírus na cidade.

O protocolo de testagem de viajantes foi iniciado em 19 de julho com o objetivo de monitorar a circulação da variante Delta. De acordo com o diretor da Vigilância em Saúde de Porto Alegre, Fernando Ritter, a medida foi importante para o diagnóstico da situação epidemiológica entre pessoas que viajam pelo Brasil por companhias aéreas. “Com certeza, essa ação atrasou a chegada, especialmente da variante Delta em Porto Alegre, o que possibilitou andarmos com a vacinação e assim não teremos mudança no número de casos após o domínio dessa variante.”

Na segunda etapa da ação – a primeira ocorreu em junho – 581 passageiros preencheram o formulário do viajante, condição para a testagem com exame RT-PCR. Desses, 195 compareceram ao laboratório indicado pela SMS para realização do teste, com confirmação de cinco casos positivos. Dos 195 testes, 192 tiveram resultado divulgado. São 187 negativos para Covid-19, cinco positivos e três aguardam liberação do resultado.

O protocolo pode ser reativado pela SMS a qualquer momento, de acordo com a circulação de novas variantes do vírus. A testagem era oferecida a passageiros residentes em Porto Alegre ou que chegavam à Capital pelo Aeroporto Internacional Salgado Filho e que permaneciam na cidade por pelo menos quatro dias.

 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895