Prefeitura de Porto Alegre reduz prazo de isolamento de servidores com Covid-19

Prefeitura de Porto Alegre reduz prazo de isolamento de servidores com Covid-19

Decreto também estende regime de teletrabalho para serviços não essenciais até domingo, 23

Correio do Povo

Na quarta-feira, a prefeitura confirmou um surto de Covid-19 entre servidores

publicidade

A Prefeitura de Porto Alegre reduziu o prazo de isolamento de servidores e empregados públicos com Covid-19. De acordo com o decreto, publicado em edição extra do Diário Oficial do município, a medida se adapta às regras adotadas durante a semana pelo governo estadual.

A partir de agora, servidores com esquema vacinal completo que testarem positivo e não tiverem sintomas (assintomáticos) terão que cumprir cinco dias de isolamento domiciliar. O uso de máscara também deve ser reforçado. O mesmo vale para pacientes com sintomas isolados e sem febre.

No caso de trabalhadores não imunizados ou com esquema de vacinação incompleto, o isolamento é de dez dias a partir do início dos sintomas ou diagnóstico.

Os funcionários vacinados sem sintomas, mas que tiveram contato próximo com caso positivo podem manter as atividades desde que reforçados os cuidados de uso de máscara e distanciamento físico de pelo menos 1,5 metro. Já aqueles não vacinados ou com esquema incompleto, serão orientados a fazer testagem e quarentena até que o resultado seja divulgado.

A prefeitura também estende o regime de teletrabalho para os serviços considerados não essenciais até o domingo, 23 de janeiro.

Surto de Covid-19

Na quarta-feira, a prefeitura confirmou um surto de Covid-19 entre servidores do município. Até então, 521 haviam contraído a doença, 4% do total.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895