Presos confeccionarão 320 mil máscaras de proteção contra coronavírus, diz Doria
capa

Presos confeccionarão 320 mil máscaras de proteção contra coronavírus, diz Doria

Governador de São Paulo espera que outros estados sigam o exemplo

Por
AE

Segundo Doria, ao todo, serão 320 mil máscaras nas fábricas adaptadas do sistema prisional


publicidade

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou nesta terça-feira, que detentos do sistema prisional paulista passarão, a partir da quarta-feira, 25, a confeccionar 26 mil máscaras de proteção contra o coronavírus por dia. 

Segundo Doria, ao todo, serão 320 mil máscaras nas fábricas adaptadas do sistema prisional "seguindo os critérios sanitários e de confecção". De acordo com o governador, cada peça terá um custo para o Estado de R$ 0,80. "Uma atitude correta, solidária e possível de ser feita. Pode ser um exemplo para outros Estados brasileiros", disse. 

O governador anunciou também que o sistema da Polícia Civil do Estado de São Paulo de delegacias eletrônicas passará a funcionar para um número maior de tipos de ocorrências policiais. O sistema passará a contemplar ameaças, estelionato, roubo ou furto e crimes contra o consumidor e pode ser acessado neste link.  

Como prevenir o contágio do novo coronavírus 

De acordo com recomendações do Ministério da Saúde, há pelo menos cinco medidas que ajudam na prevenção do contágio do novo coronavírus:

• lavar as mãos com água e sabão ou então usar álcool gel.

• cobrir o nariz e a boca ao espirrar ou tossir.

• evitar aglomerações se estiver doente.

• manter os ambientes bem ventilados.


• não compartilhar objetos pessoais.