PRF orienta que argentinos contatem consulado antes de tentar sair do Brasil
capa

PRF orienta que argentinos contatem consulado antes de tentar sair do Brasil

Medida ocorre após Argentina decretar o fechamento de todas as fronteiras, desde o início da madrugada

Por
Laura Gross / Rádio Guaíba

Ônibus com argentinos foram excepcionalmente autorizados a cruzar a fronteira, escoltados pela PRF

publicidade

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) no Rio Grande do Sul informou, nesta sexta-feira, que argentinos vêm enfrentando dificuldades para retornar ao país de origem. Em Uruguaiana, por exemplo, dezenas de pessoas já foram barradas na fronteira e ficaram sem local para dormir, já que os hotéis do município foram temporariamente fechados pela Prefeitura.

Nesta sexta, o governo argentino publicou decreto que determina o fechamento de todas as fronteiras (terrestres, marítimas e aéreas). A decisão começou a valer na madrugada de hoje. Apenas poderão entrar no país, até o fim do dia de amanhã, os argentinos que estiverem em trânsito e já haviam passado pelos trâmites de migrações nos aeroportos, no momento do decreto.

A medida é para evitar a propagação do novo coronavírus. A Argentina soma 589 casos confirmados da doença e 13 mortes.

A PRF emitiu um comunicado solicitando que os argentinos contatem o consulado antes de se deslocarem à fronteira. Solicitou também que brasileiros informem a situação a pessoas argentinas que estejam alojando ou com as quais tenham contato.

Na manhã desta sexta, ônibus com argentinos, contratados pela Prefeitura de Uruguaiana, foram excepcionalmente autorizados a cruzar a fronteira, sendo escoltados pela PRF até a saída do Brasil.