Primeiro Festival Ambiental 2021 reúne ativistas em Porto Alegre

Primeiro Festival Ambiental 2021 reúne ativistas em Porto Alegre

Objetivo da atividade foi propor a discussão sobre o uso dos espaços públicos da cidade

Primeiro Festival Ambiental 2021 reúne ativistas em Porto Alegre

publicidade

As pancadas de chuvas fracas que ocorreram na manhã de sábado não intimidaram a efetivação do 1º Festival Ambiental Poa 2021, promovido pela Associação Mães e Pais pela Democracia. O evento foi a céu aberto no Parque Marinha do Brasil, ao lado do Beira Rio, e reuniu 12 entidades dirigidas por ambientalistas e ativistas, que expuseram seus trabalhos e puderam vender os seus produtos. 

O objetivo da atividade foi propor a discussão sobre o uso dos espaços públicos da cidade, visando a convivência urbana ambientalmente correta e saudável como um legado para as futuras gerações em diálogo com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável 2030 (ODSs). 

Veja Também

A presidente da Associação Mães e Pais pela Democracia, Aline Kerber, diz que é importante problematizar as questões da cidade, como os indígenas que moram na Fazenda Arado Velho, zona Sul de Porto Alegre. “Segundo registros, estão há mais de 50 anos no espaço e teriam que sair pela mercantilização da área”, enfatiza. 

A gestora destaca que o projeto das torres residenciais, que deverão ser construídas no estacionamento do Beira Rio, é um tema polêmico. “Temos um posicionamento muito claro , contundente, sobre isso e queremos pensar a ecologia e justiça social nas questões que envolvem a coletividade e achamos oportuno esse momento onde está sendo feito o plano diretor”, salienta.

No fim da tarde, houve um plenário e a formação de uma carta com o conteúdo “ A Poa que queremos” para ser entregue à prefeitura, imprensa e órgãos representativos. A coordenadora geral  do Kilombo da Arte, Anna Mach, que confecciona produtos a partir de material reciclável, entende como fundamental  ocupar esses espaços. “ É preciso cuidado com o meio ambiente”, reforça. 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895