Profissionais de saúde de Porto Alegre receberão 2ª dose contra a Covid-19 a partir de segunda-feira

Profissionais de saúde de Porto Alegre receberão 2ª dose contra a Covid-19 a partir de segunda-feira

Aqueles que receberam a vacina da Oxford não serão contemplados nesta semana

Cláudio Isaías

Sábado foi de vacinação para pessoas com 82 anos em Porto Alegre

publicidade

Os profissionais de saúde de entidades setoriais de Porto Alegre vacinados com a primeira dose da vacina Coronavac contra a Covid-19 no mutirão realizado no dia 6 de fevereiro devem receber a segunda dose a partir de segunda-feira. A imunização será realizada no Centro de Saúde Modelo e no Centro de Saúde do IAPI.

Nesta segunda-feira, a imunização será das 10h às 17h e, na terça-feira, das 8h às 17h. Devem se vacinar apenas profissionais acima de 60 anos. Na quarta e quinta-feira, serão imunizados os profissionais acima de 55 anos, e na sexta-feira, os demais. Para receber a segunda dose, os profissionais deverão apresentar a carteira de vacinação da Covid-19, onde consta o registro da primeira dose.

O escalonamento de idade respeita as normas da bandeira preta, para evitar aglomerações. Os que receberam a vacina da Oxford não serão contemplados nesta semana, considerando que a segunda dose deve ser aplicada 12 semanas após a primeira.

Todos foram orientados no mutirão, que mobilizou entidades como o Conselho Regional de Medicina, Sindicato Médico do Rio Grande do Sul, Associação Médica do Rio Grande do Sul, Conselho e Associação de Odontologia e conselhos de Enfermagem, Serviço Social, Fisioterapia e Psicologia.

Vacinação em idosos de 82 anos

No sábado, o movimento de idosos de 82 anos ou mais para imunização contra o coronavírus foi tranquilo nos dois drive-thrus montados no estacionamento do Hipermercado Big Shop, da avenida Sertório, 6.600, na zona Norte, e do BarraShopping Sul. Os motoristas que trouxeram os idosos para realizar a imunização foram orientados pelos soldados do 3º Batalhão de Polícia do Exército.

No Big da zona Sul da Capital, havia quatro pontos para vacinação das pessoas com 82 anos ou mais que não precisaram descer do carro para realizar a imunização. Antes da vacina, os idosos realizaram um cadastro junto ao pessoal do Exército e da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) e depois foram direcionados para as tendas de vacinação onde a imunização não passou de um minuto.

No estacionamento do Big, Lylia Marisa Henninh, 82 anos, afirmou que estava feliz pela imunização. Na companhia do filho Jorge Eduardo, ela desejou que todas as pessoas possam ser vacinadas. A ampliação do grupo prioritário foi possível em função do recebimento de 21.420 doses da vacina de Oxford/Astrazeneca.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895