Rio Grande do Sul receberá 18 pacientes de Manaus na próxima segunda-feira

Rio Grande do Sul receberá 18 pacientes de Manaus na próxima segunda-feira

Novos pacientes vão ocupar leitos não preenchidos por pacientes realocados de Rondônia

Correio do Povo

Neste mês, o RS recebeu 18 rondonienses realocados, em duas viagens de avião

publicidade

O Rio Grande do Sul irá receber, na próxima segunda-feira, novos pacientes realocados de outros estados, onde há colapso na capacidade hospitalar. Desta vez, os 18 pacientes com Covid-19 chegam de Manaus, capital do Amazonas. O horário e o local de desembarque ainda não foram confirmados pela Secretaria Estadual de Saúde (SES).

De acordo com a pasta, os novos pacientes irão ocupar os leitos ociosos que seriam destinados ao realocados de Porto Velho, capital de Rondônia, mas que acabam desistindo da troca de estado. O governo gaúcho tinha 50 leitos livres, mas só 18 rondonienses foram transferidos em janeiro. Desta forma, a rede hospitalar gaúcha passará a atender 34 pacientes vindos de fora do RS.

Veja Também

Todos ocuparão leitos clínicos – dez serão levados ao Hospital Universitário de Canoas, e oito, encaminhados ao Hospital Nossa Senhora da Conceição, em Porto Alegre. Caso algum paciente apresente quadro mais grave após a triagem, será encaminhado ao Hospital de Clínicas.

Na primeira quinzena de janeiro, o governador Eduardo Leite colocou o Rio Grande do Sul à disposição para auxiliar Amazonas. Na época, não havia recebido pedidos, que acabaram formalizados na semana passada. “Estamos numa outra ponta do país, mas a solidariedade que o momento exige supera qualquer distância. O RS está a postos", afirmou Leite.

 

Outro voo com 18 pacientes chegará na terça-feira e irá para Santa Maria, para os hospitais Universitário e Regional. A prefeitura de Santa Maria dará apoio à operação. "Agradeço o apoio das prefeituras e equipes técnicas de Canoas, de Porto Alegre e de Santa Maria e da rede privada, que também deu todo o suporte. A ação coordenada dessas equipes permitiu que a chegada de pacientes de Rondônia transcorresse sem problemas. Esperamos que o mesmo ocorra na próxima semana", destacou a secretária da Saúde, Arita Bergmann.

O Rio Grande do Sul já está atendendo 18 pacientes de Porto Velho que chegaram na semana passada, em duas levas de nove pessoas, que foram distribuídas entre os hospitais de Clínicas, Nossa Senhora da Conceição e Vila Nova, na Capital. Todos ainda estão em Porto Alegre. Para que seja possível alocar os pacientes de Manaus, os hospitais estão reorganizando o atendimento aos 18 rondonienses.

Por medidas de biossegurança, os rondonienses estão mantidos em isolamento, inclusive de outros pacientes Covid que já estejam internados nos hospitais. Com os pacientes de Manaus, o processo será o mesmo: serão mantidos em isolamento de pacientes Covid já internados e também dos que chegaram de Porto Velho.

O pedido de transferência de pacientes de Manaus, encaminhado pelo Ministério da Saúde, foi aceito pela Secretaria da Saúde, com aval do Conselho das Secretarias Municipais de Saúde do Rio Grande do Sul (Cosems).


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895