Rio Grande do Sul segue com bloqueios parciais e totais em rodovias após forte chuva

Rio Grande do Sul segue com bloqueios parciais e totais em rodovias após forte chuva

Situação mais crítica é na ERS-448, que terá emergência decretada para agilizar as obras de recuperação do pavimento após a queda de uma das pistas no km 39

Por
Correio do Povo

De acordo com o secretário de Logística e Transportes, Juvir Costella, o trecho foi vistoriado e, no momento, o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem está definindo a solução técnica


publicidade

Os temporais que atingiram o Rio Grande do Sul nos últimos dias provocaram interrupções parciais e totais em algumas rodovias estaduais. A situação mais crítica é na ERS-448, que terá emergência decretada para agilizar as obras de recuperação do pavimento após a queda de uma das pistas no km 39. De acordo com o secretário de Logística e Transportes, Juvir Costella, o trecho foi vistoriado e, no momento, o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) está definindo a solução técnica para a rodovia. 

"Estamos trabalhando paralelamente nos estudos e nos trâmites para o decreto. Uma vez classificada como emergência, poderemos contratar os serviços de recomposição da estrada com mais rapidez do que em um processo licitatório convencional", afirmou. Os motoristas que se deslocam de Veranópolis a Nova Roma do Sul devem utilizar a ERS-437. Para os que partem de Farroupilha, a orientação é seguir até Antônio Prado pela ERS-122, acessar a cidade e, então, pegar a ERS-437 e a ERS-448.

Além disso, o  trânsito está em meia pista no km 11 da ERS-446, entre Carlos Barbosa e São Vendelino, devido à queda de barreira – a recomedação é seguir pela ERS-122 até Farroupilha e utilizar a RSC-453 em direção a Bento Gonçalves. No km 9 da ERS-431 há apenas uma faixa liberada. As outras duas estão bloqueadas também por queda de barreira. No km 13 da rodovia o tráfego encontra-se totalmente interrompido, em razão do acúmulo de água na pista, que alcançou a altura de um metro na manhã desta quarta.

VRS-826 está totalmente bloqueada

Na VRS-826, na altura do km 09, o asfaltou cedeu por conta do grande volume de chuvas e o trânsito entre as cidades de Farroupilha é Alto Feliz está totalmente interrompido. Os usuários que necessitam se deslocar entre essas cidades devem seguir via ERS-122 até Bom Princípio (Grupo Rodoviário da Polícia), após utilizar a ERS-452 e seguir até o acesso à VRS-826.

Outro ponto de interdição total é na RSC-377, em Cruz Alta. O bloqueio ocorreu ainda nesta terça-feira (07)  na ponte sobre o Arroio Passo Novo, em razão da erosão do aterro. Equipes do DAER já atuam no local para resolução do problema.

Na ERS-020, em Gravataí, o trânsito está em meia pista no km 26 - distrito de Morungava, devido à erosão da água sobre a pista. Já na VRS-817,  o trânsito está interrompido no km 9, na ponte sobre o Arroio Butiá, em Espumoso, devido à cheia do rio.

A ERS-129 está com o tráfego interrompido em cinco pontos em razão do transbordamento do Rio Taquari e seus afluentes: km 9 e km 10, entre Mariante e Bom Retiro; km 13 e km 14, ente Bom Retiro e Estrela; e no Km 50, entre Estrela e Colinas, onde há um desvio por via municipal. Também há bloqueio na ERS-130, nos km 29 e 31, entre General Câmara e Mariante, e no km 48, entre Mariante e Cruzeiro do Sul.

A ERS-569, em Barra Funda/RS,  está totalmente interditada na Ponte sobre o Rio da Várzea (conhecida como ponte da Barra Funda), no km 28,88, devido à cheia do rio.


Rodovias Federais

Conforme a Polícia Rodoviária Federal (PRF), três pontos permanecem com restrições devido à queda de barreira: Bento Gonçalves (km 202 da BR-470) e São Marcos (km 129.5 da BR-116 e km 99 BR-116).