Rodoviários realizam protesto contra extinção do cargo de cobrador em Porto Alegre

Rodoviários realizam protesto contra extinção do cargo de cobrador em Porto Alegre

Grupo estendeu faixa contra projeto de lei da prefeitura da Capital

Por
Correio do Povo

Rodoviários iniciaram caminhada em protesto contra extinção do cargo de cobrador


publicidade

Rodoviários se reuniram na manhã desta quarta-feira no Centro de Porto Alegre para realizar um ato contra a extinção do cargo de cobrador de ônibus. Inicialmente, o movimento ficou concentrado próximo da estação Rodoviária e depois o grupo fez uma caminhada pela avenida Mauá para finalizar a manifestação nas imediações do Camelódromo. 

O protesto dos rodoviários é contra um projeto que está em tramitação na Câmara de Vereadores e pode retirar cobradores de ônibus em alguns horários. Conforme o presidente do Sindicato dos Rodoviários, Adair da Silva, hoje não haverá bloqueios nem operação tartaruga. Silva avisa, porém, que se o projeto passar, a intenção é parar Porto Alegre.  

Os manifestantes estenderam uma faixa com a seguinte frase: "Sindicato é contra o prefeito que promove o desemprego". Nessa terça-feira, Silva ressaltou que a aprovação do projeto irá gerar desemprego e afetará somente os trabalhadores das empresas privadas. Atualmente, Porto Alegre conta com cerca de 3,6 mil cobradores de ônibus.

 

 

Matéria em tramitação

O líder do governo na Câmara de Vereadores, Mauro Pinheiro (Rede), informou que o projeto está em tramitação em regime de urgência e deve ser votado no mês de dezembro deste ano. No dia 2 de dezembro, uma audiência pública será realizada na casa legislativa para debater o projeto.

Manifestantes caminharam pela avenida Mauá, em Porto Alegre / Foto: Guilherme Testa 

 


*Com informações da repórter Jéssica Moraes