RS pede ao Ministério da Saúde liberação para vacinar pessoas com comorbidades contra a Covid-19

RS pede ao Ministério da Saúde liberação para vacinar pessoas com comorbidades contra a Covid-19

Solicitação serviria para autorizar apenas as cidades do RS que já imunizaram 90% dos idosos

Correio do Povo

SES pede ao Ministério da Saúde liberação para vacinar contra a Covid-19 pessoas com comorbidades

publicidade

A Secretaria Estadual da Saúde (SES) encaminhou nessa terça-feira um ofício ao Ministério da Saúde solicitando que os municípios gaúchos que já vacinaram 90% dos idosos contra a Covid-19 possam imunizar as pessoas com comorbidades. Na avaliação da SES, essas cidades estariam prontas para iniciar esta nova etapa na campanha contra o coronavírus. 

A secretária da Pasta, Arita Bergmann, acredita que os municípios mais avançados na vacinação deveriam ser autorizados pelo Ministério da Saúde. "Municípios que já conseguiram avançar bastante, fizeram busca ativa e ainda assim têm doses excedentes deveriam poder começar a vacinar as comorbidades", argumentou. 

A secretaria informou que as pessoas com comorbidades devem ser vacinadas por faixa etária, semelhante ao que já acontece com os idosos. A SES, porém, aguarda a posição oficial do ministério sobre o tema. 

Hoje, o Ministério divulgou orienação para que pessoas com comorbidades sejam convocadas para vacinação de acordo com a sua idade, dos mais velhos para os mais jovens. Assim, serão vacinadas pessoas de 55 a 59 anos, depois de 50 a 54 anos, e assim por diante. 

Segundo a pasta, é importante que as pessoas pertencentes ao grupo das comorbidades estejam pré-cadastradas no Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações (SIPNI) ou em alguma unidade de saúde do SUS. Porém, quem não tiver inscrição, pode apresentar, no momento da vacinação, um comprovante que demonstre pertencer a um destes grupos de risco, como exames, receitas, relatório médico ou prescrição médica. 

A lista de comorbidades está disponível no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 (PNO) a partir da página 27, acesse

Boletim e vacinação 

Nesta quarta-feira, a SES informou que o Rio Grande do Sul contabilizou 175 novas mortes por Covid-19. O número de vidas perdidas desde o começo da pandemia saltou para 23.690. 

Os óbitos divulgados hoje ocorreram, em 71 municípios gaúchos, entre 22 de fevereiro e 20 de abril, com exceção de um caso ocorrido em outubro de 2020 e que somente agora foi acrescentado. 

Em Porto Alegre, a vacinação de idosos com 61 anos ou mais prosseguiu. A maior circulação de pessoas ocorreu na parte da manhã, principalmente no drive-thru da PUCRS, onde mais de 50 veículos estavam na fila na avenida Ipiranga. 

Os servidores da Secretaria Municipal informaram que muitas pessoas foram em busca da segunda dose da Coronavac. As unidades de saúde Rubem Berta, Glória e Tristeza não tiveram filas e nem aglomerações.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895