RS registra ocupação de UTIs acima de 100% pela primeira vez na pandemia de Covid-19

RS registra ocupação de UTIs acima de 100% pela primeira vez na pandemia de Covid-19

Rede hospitalar atendia, na tarde desta terça-feira, quatro pacientes a mais do que o número total de de leitos

Correio do Povo

Rede hospitalar atendia, na tarde desta terça-feira, quatro pacientes a mais do que o número total de de leitos

publicidade

Pela primeira vez desde o início da pandemia, a rede hospitalar do Rio Grande do Sul registrou, nesta terça-feira, lotação acima de 100% nas unidades de terapia intensiva (UTIs), considerando as públicas e privadas. Na tarde de hoje, índice ficou em 100,1%, ante 96,9% registrado ontem. De acordo com dados estaduais, por volta das 14h de hoje, eram 2.812 pacientes internados para 2.808 leitos existentes. Ou seja, quatro pacientes a mais do que o suportado pela estrutura. Do total, 62,2% são de pacientes com diagnóstico de Covid-19 e 7,5% de pacientes com suspeita da doença.

Nesta terça-feira, a maior sobrecarga de leitos ocorria sobre os privados – com 130,4% de atendimento. Na semana passada, a Secretaria Estadual de Saúde (SES) anunciou o acionamento da fase 4 do Plano de Contingência do Coronavírus, que autoriza o uso de qualquer estrutura hospitalar para o atendimento de pacientes com coronavírus. A decisão sinaliza o momento mais crítico da pandemia em solo gaúcho – que tem todas as suas regiões em bandeira preta, de nível epidemiológico alto. Como forma de frear o contágio, o Estado também cumpre, até 7 de março, o fechamento de atividades não essenciais das 20h às 5h.

Os dados atuais, que tiveram a última atualização no dia de ontem, contabilizam 12.470 mortes por Covid-19 e 643.672 casos confirmados de infecção, sendo 94% destes curados. Assim, a taxa de mortalidade passa a ser de 109,6 por 100 mil habitantes.

Veja Também

Porto Alegre

Em Porto Alegre, o esgotamento total das unidades de terapia intensiva (UTIs) ocorreu no último sábado. Foi a primeira vez em que a Capital bateu os 100% da ocupação de leitos para casos graves. Naquela tarde, o índice era de superlotação de 101,8%, conforme o painel de monitoramento da Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

Nesta terça-feira, o esgotamento segue presente com índice de 100,56% da lotação. De acordo com a pasta, nove dos 18 hospitais porto-alegrenses têm ocupação de ao menos 100% nas UTIs adulta. Ao todo, são 551 pacientes internados com coronavírus – que representa mais de 60% do total de pacientes graves internados.  

 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895