RS renova auge de contágios por Covid-19, com mais de 20 mil infecções em uma semana

RS renova auge de contágios por Covid-19, com mais de 20 mil infecções em uma semana

Mês de novembro tem agora duas das piores semanas em número de casos novos desde o início da pandemia

Correio do Povo

SES relatou 5,8 mil casos da doença nesta quinta-feira

publicidade

Depois de um período de estabilidade nas contaminações pela Covid-19, a Secretaria Estadual de Saúde (SES) vem registrando um crescimento significativo nos novos casos da doença. Após superar o pior momento da pandemia no Estado em julho, com 19.746 infectados na segunda semana de novembro, a pasta confirmou que o pico de contágios do coronavírus foi renovado na semana seguinte, que teve 20.199 diagnósticos positivos até aqui. 

Como a SES atualiza os números de maneira retroativa, os dados das semanas 46 e 47, as duas mais críticas em casos da doença até aqui, ainda podem crescer mais. Anteriormente, o recorde ocorreu entre 31 de julho e 7 de agosto, no momento com mais fatalidades e de maiores restrições por parte do governo estadual. 

O aumento nos positivos e nos casos ativos – que hoje estão em 20.970 – provocou uma reversão na tendência da curva dos óbitos semanais pela doença. Mesmo que ainda longe do auge de 414 vítimas fatais em sete dias no mês de julho, os óbitos semanais voltaram a avançar desde a semana epidemiológica 46, quando 216 pacientes vieram a óbito em sete dias. A partir deste ponto, nas semanas 47 e 48, o número seguiu se expandindo, com 270 e 295 vítimas fatais respectivamente.

Todos estes dados – crescimento de casos e óbitos – apresentam reflexos no sistema de saúde do Rio Grande do Sul. Atualmente, 799 casos confirmados e 161 suspeitos estão em tratamento nas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), com uma taxa de ocupação de 80,5% na rede hospitalar do Estado.

Veja Também

5,8 mil infectados em 24h espalhados em 309 municípios 

De acordo com o boletim epidemiológico da SES, nesta quinta-feira o RS registrou 5.882 casos confirmados e 70 óbitos nas últimas 24 horas. Do contingente de novos infectados, os pacientes estão espalhados por 309 municípios do Estado, o que indica que pelo menos 62% das cidades gaúchas seguem identificando contaminados pelo coronavírus.

Com 1.056 positivos (nos dados estaduais), Porto Alegre foi a cidade que mais constatou infecções, seguida por Caxias do Sul, com 325 e São Leopoldo, com 163. Conforme a pasta, 57 municípios tiveram somente uma notificação da doença.

Nos óbitos, pelo menos 372 cidades já identificaram ao menos uma morte pela doença desde o começo da pandemia. Das 497, 125 ainda não tiveram fatalidades. 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895