Servidores do Executivo usarão aplicativo para envio de atestados

Servidores do Executivo usarão aplicativo para envio de atestados

Na primeira fase, apenas as unidades de saúde do Ministério da Saúde em Brasília, da UnB e do IFSP terão acesso à solução

Por
R7

Funcionalidade será lançada na próxima segunda


publicidade

O Ministério da Economia anunciou que lançará, na próxima segunda-feira, a função Atestado Web, no aplicativo Sigepe para celulares, o sistema de gestão de servidores ativos e inativos do governo federal. De acordo com a pasta, a funcionalidade vai permitir o envio do atestado de saúde de forma prática, ágil e sem deslocamento de servidores.

Por meio do próprio aplicativo será feita a análise do documento e o registro pelas unidades do Siass (Subsistema Integrado de Atenção à Saúde do Servidor).

Nessa primeira fase, apenas as unidades de saúde do Ministério da Saúde em Brasília, da UnB (Universidade de Brasília) e do IFSP (Instituto Federal de São Paulo) terão acesso à solução e atuarão como unidades Siass pilotos. Juntas, elas respondem por mais de 21 mil servidores.

A estimativa de economia indireta à União, com a automatização do registro do atestado e otimização da força de trabalho nos órgãos, é de aproximadamente R$ 27 milhões por ano. A previsão do Ministério da Economia levou em consideração o valor médio do tempo que o servidor gasta para se deslocar até uma unidade de saúde e apresentar o atestado médico dentro do seu horário de trabalho, que gira em torno de 1 hora e 30 minutos, e também o valor médio do tempo que o agente público leva para receber, digitalizar e cadastrar um atestado no sistema.

O servidor também poderá consultar todos os atestados enviados a partir do aplicativo, bem como a evolução da situação até os registros nos demais sistemas de administração de pessoas. “Com a inclusão de mais uma nova funcionalidade no Sigepe Mobile, o Ministério da Economia busca facilitar a interação e a troca de informações entre os servidores e os órgãos da administração pública”, explicou a pasta.

Para utilizar a ferramenta de forma segura, o aplicativo Sigepe Mobile deverá ser instalado ou atualizado somente a partir do link enviado aos participantes do projeto piloto. Ao entrar no menu, o servidor deverá clicar em “Minha Saúde” >> “Atestado”, preencher alguns dados, anexar a foto e fazer o envio do documento.


De acordo com o Ministério da Economia, em 2019, houveram 361,5 mil afastamentos para tratamento da própria saúde de mais de 135,9 mil agentes públicos. Foram, em média, 2,7 afastamentos por servidor, sendo que a média é de 9,6 dias cada um.