SES e Exército iniciam distribuição de remédios do "kit intubação" no RS

SES e Exército iniciam distribuição de remédios do "kit intubação" no RS

São 92.799 frascos de sedativos e bloqueadores neuromusculares para 69 hospitais gaúchos

Correio do Povo

Medicamentos foram entregues pelo Exército e pela SES

publicidade

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) e o Exército iniciaram nesta terça-feira a distribuição de remédios que compõe o "kit intubação" no Rio Grande do Sul. Os medicamentos são extremamente necessários para dar assistência à pacientes de Covid-19 que estão em estado grave. São 92.799 frascos de sedativos e bloqueadores neuromusculares para 69 hospitais gaúchos. Os medicamentos Atracúrio, Cisatracúrio, Midazolam e Rocurônio são esseciais ao procedimento de ventilação mecânica em pacientes com dificuldades respiratórias.

“É imprescindível este movimento do governo do Estado e do Ministério da Saúde para nos ajudar com medicamentos do kit intubação. Nossos estoques estão críticos”, relatou o administrador do Hospital de Caridade de Carazinho, Felipe Sohne.

Veja Também

A instituição recebeu um lote dos insumos na última semana, e receberá mais medicamentos na nova remessa. “Em virtude da alta demanda, não só aqui, mas em todo o Estado e também no país, os fornecedores não estão conseguindo suprir todos as nossas necessidades. A quantidade que recebemos dá alguns dias de folga para a indústria produzir mais”, acrescenta.

O superintendente executivo do Hospital São Vicente de Paulo, de Passo Fundo, Ilário de David, afirmou que a instituição está dependendo destes medicamentos entregues pela SES e pelo Ministério da Saúde. “Todas as manhãs fazemos a contagem de estoque. Não houve nenhuma situação de falta, mas estamos trabalhando no limite. Somos um polo regional e temos 40 leitos de UTI Covid e 30 leitos não Covid, 100% ocupados. Nossa preocupação é minuto a minuto”, enfatiza.

Essa nova remessa foi enviada pelo Ministério da Saúde, e os critérios de rateio são de competência da SES. O armazenamento e a distribuição são realizados com auxílio do Exército Brasileiro. Os produtos são separados e armazenados no 3º Batalhão de Suprimento, em Nova Santa Rita, e, posteriormente, distribuídos pelo 3º Grupamento Logístico.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895