Shoppings de Porto Alegre registram fraco movimento no primeiro sábado após reabertura
capa

Shoppings de Porto Alegre registram fraco movimento no primeiro sábado após reabertura

Com as novas regras de segurança, administradora acredita que a retomada do público será lenta e gradual

Por
Correio do Povo

Apesar do fraco movimento, filas se formaram nas entradas devido a medição da temperatura de todos que entram nos shoppings

publicidade

Na manhã deste sábado, o movimento fraco nos shoppings contrastava com o período anterior à chegada do novo coronavírus ao Rio Grande do Sul. Em Porto Alegre, os poucos clientes, os lojistas, os funcionários e os seguranças usavam máscaras e protetores faciais, como exige decreto da prefeitura de Porto Alegre que libera a reabertura dos estabelecimentos. O secretário extraordinário de Enfrentamento à Covid-19 da Capital, Bruno Miragem, avaliou o retorno do funcionamento – cujo início se deu a partir de sexta-feira na cidade – como positivo.

“Nossa impressão é de que as regras foram atendidas. Inclusive os próprios shoppings adotaram protocolos adicionais, como a questão do controle da temperatura”, observou à reportagem do Correio do Povo. “Não se esperava um grande movimento até por que as pessoas estão atendendo nosso chamamento de prudência para sair de casa e procurar o comércio somente em caso de necessidade”, acrescentou.

Ele espera, inclusive, que a ida a esses locais ocorra sem “aquela ideia anterior à pandemia de passear ou se divertir”. Miragem constatou também que a maioria dos porto-alegrenses está tendo “um comportamento responsável para continuar contribuindo para o não agravamento das consequências da pandemia”.

Na opinião do secretário, trata-se do “resultado da antecipação das medidas de restrição adotadas em março”, mas sobretudo da “adesão da população”. Ele reconheceu que existem situações pontuais de maior movimento e aglomeração, mas “no geral a população tem tido um comportamento responsável de contribuição na manutenção da estabilidade dos números que crescem, mas na velocidade passível de controle”. Na operação de fiscalização nos shoppings da Capital nessa sexta-feira, nenhuma irregularidade foi percebida.

A gerente de marketing do Shopping Total, Sílvia Rachewsky, destacou as medidas adotadas, como o horário reduzido. De acordo com ela, o atendimento será exclusivo de grupos de risco entre 11h30min e 12h. “Depois até 20h fica aberto ao público em geral”, ressaltou. Os acessos ao interior do empreendimento foram limitados.

“As portarias estão reduzidas. As pessoas têm a temperatura aferida por um termômetro digital e é obrigado o uso de máscaras. Dentro do shopping estamos com dispensers de álcool gel nas entradas e cancelas, além de sinalizações em diversos locais dando as instruções e conscientizando”, frisou. “Estamos fazendo todo um trabalho justamente para poder contribuir com a conscientização da proteção e da segurança para todos”, acrescentou.

Sobre o movimento ainda baixo, Rachewsky acredita que a retomada do público será lenta e gradual. “Ele começa mais lento e vai crescendo à medida em que as pessoas se sentem mais seguras no ambiente que estão frequentando. Por isso nosso trabalho é o de manter os protocolos por quanto tempo for necessário. Estamos insistindo muito nisso e sendo bem cautelosos também”, enfatizou a gerente de marketing do Shopping Total. 

Na próxima semana será instalado um "túnel de ozônio" para eliminar o novo coronavírus. Ele ficará em uma das principais entradas. O projeto prevê a colocação de outros no futuro. A ideia é "limpar" quem entra no local.

Já o Praia de Belas Shopping informou que, para evitar aglomerações, está operando com capacidade máxima de 50% de público. “A prova de produtos e realização de eventos não serão permitidas”, salientou em nota. O horário também é especial, sendo das 11h30min às 12h para grupos de risco e depois normal às demais pessoas até 20h. “O empreendimento esclarece que seguirá as determinações das autoridades competentes e reforça que todos os protocolos de cuidado e proteção foram implementados para receber o público como o uso obrigatório de máscaras, o reforço das rotinas de limpeza, álcool em gel à disposição, áreas de alimentação intensamente higienizadas e com distanciamento mínimo de dois metros entre as mesas”, lembrou.

Por sua vez, os shoppings da rede Bourbon Shopping, o Moinhos Shopping e o Porto Alegre CenterLar e as galerias comerciais dos Hipermercados Zaffari retomaram as atividades também bedecendo o decreto municipal. No entanto, os cinemas, teatros e recreação infantil permanecem fechados. “As lojas retomarão gradualmente as atividades e os empreendimentos obedecerão as normas de operação e os procedimentos de higienização”, disseram em nota.

Entre as medidas de prevenção para o controle da Covid-19 estão “a medição da temperatura de clientes, colaboradores e prestadores de serviço por meio de termômetro infravermelho; utilização de máscara facial por colaboradores e clientes para ingresso no shopping, ampla oferta de álcool em gel; desinfecção constante de elevadores, corrimãos de escadarias e escadas rolantes, balcões de informação, fraldário e sanitários; limpeza e desinfecção das mesas e cadeiras na praça de alimentação, assim como observação para o distanciamento de dois metros entre as mesas e nas filas; limitação no número de clientes dentro do estabelecimento a 50% de sua capacidade; e controle de acesso de modo a respeitar o limite da capacidade e evitar aglomeração”.

Os shoppings da rede Bourbon, Moinhos Shopping, Porto Alegre Center Lar e galerias comercias estão abertos de segunda-feira a sábado com praça de alimentação das 11h às 20h (opcional abertura às 10h) e as lojas das 12h às 20h (opcional abertura às 10h). Nos domingos e feriados, as lojas atendem entre 14h às 20h.

No Iguatemi, a circulação de número reduzido de clientes e capacidade de ocupação do shopping foi limitada também a 50%, com horário de atendimento aos grupos de riscos das 11h30min às 12h e público geral das 12h às 20h. Os cinemas estão fechados. 

Em nota, a direção lembrou que existe limitação no número de vagas para ocupação do estacionamento e número reduzido de entradas, além de serem adotadas todas as medidas de cuidado e prevenção. Além das já conhecidas, o Iguatemi fechou os provadores, não sendo permitida a prova de vestimentas em geral. Por sua vez, o Rua da Praia Shopping considerou que a reabertura foi com “um movimento tranquilo e cumprindo todos os cuidados”.