capa

Sobe para 230 o número de mortos identificados em Brumadinho

Segundo a Defesa Civil de Minas Gerais, 47 pessoas ainda estão desaparecidas

Por
R7

Segundo a defesa civil de MG, 47 pessoas seguem desaparecidas

publicidade

A Defesa Civil de Minas Gerais informou que subiu para 230 o número de mortos da tragédia da Vale, em Brumadinho, em Minas Gerais. Ainda segundo o órgão, outras 47 pessoas seguem desaparecidas.

A barragem 1 da mina do Córrego do Feijão rompeu no dia 25 de janeiro e a lama atingiu uma área administrativa da Vale, uma pousada e comunidades próximas à região, além do rio Paraopeba.

As buscas feitas pelo Corpo de Bombeiros completam 83 dias nesta quarta-feira. Segundo a corporação, trabalham no local 138 bombeiros militares, e 81 máquinas pesadas, em 21 frentes de trabalho.