Temporal alaga ruas e provoca queda de árvores em Porto Alegre

Temporal alaga ruas e provoca queda de árvores em Porto Alegre

Motoristas tiveram que ter muita atenção no trânsito neste sábado

Cláudio Isaías

Motoristas enfrentaram alagamentos e tiveram que reduzir a velocidade

publicidade

O temporal que atingiu Porto Alegre na tarde de sábado deixou diversos locais com acúmulo de água e provocou queda de árvores. A chuva acompanhada de vento começou às 13h45min. Segundo a prefeitura de Porto Alegre, a Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (SMSUrb) registrou pelo menos 14 casos envolvendo quedas de árvores ou galhos de grande porte. Além disso, a Defesa Civil do município atendeu a ocorrência de destelhamento em uma residência no bairro Passo D'Areia, Zona Norte da Capital.

Segundo a prefeitura, há registro de bloqueios no trânsito devido a queda de árvores ou galhos. Na avenida Berlim, o bloqueio é total. Já nas ruas Felicíssimo de Azevedo e Padre Réus as interrupções são parciais. 

Em razão da instabilidade forte, os motoristas tiveram que reduzir a velocidade na rua Ernesto Alves com a rua Voluntários da Pátria. Na avenida Osvaldo Aranha, próximo do hospital de Pronto Socorro (HPS), muita gente foi pega de surpresa com a chuva forte e procurou abrigo nas marquise dos prédios.

Veja Também

Na avenida Padre Leopoldo Brentano, próximo da Arena do Grêmio, os motoristas enfrentaram alagamentos e tiveram que reduzir a velocidade. Uma parada de ônibus na região ficou completamente alagada. Na avenida A.J. Renner, na altura do número 1.580, na zona Norte de Porto Alegre, a via virou uma "piscina". Os condutores foram obrigados a trafegar com velocidade reduzida no local.

Segundo a administração municipal, profissionais das equipes de zeladoria urbana do Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU) atuam na limpeza e no recolhimento de lixo espalhados pelo evento climático. A prefeitura pede a colaboração da população para que faça o registro de demandas, via Sistema Fala Porto Alegre 156,

Segundo a MetSul, rajadas de vento de 83 km/h foram registradas no Aeroporto Salgado Filho e de 87 km/h na base aérea de Canoas neste sábado. 


Foto: Alina Souza


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895