Temporal causa queda de árvores e estragos na rede elétrica em Porto Alegre

Temporal causa queda de árvores e estragos na rede elétrica em Porto Alegre

Chuva e vento ainda deixa pelo menos 1,5 mil consumidores sem energia elétrica no Rio Grande do Sul

Cláudio Isaías

Vários postes foram afetados pela força dos ventos

publicidade

O temporal, acompanhado de vento forte, que atingiu Porto Alegre na noite de quarta-feira causou diversos estragos na cidade. Na manhã desta quarta-feira, foi possível ver os prejuízos decorrentes da instabilidade como a queda de árvores e de fios da rede elétrica. Na rua Carlos Trein Filho, na altura do número 120, no bairro Auxiliadora, na zona Norte da cidade, um galho de uma árvore de grande porte caiu durante a noite do temporal e ficou sobre a calçada. O vegetal não atrapalhou a circulação dos veículos na região.

No bairro Santo Antônio, na zona Leste da Capital, um galho de árvore estava prestes a cair na rua Caldre e Fião com rua Padre Antônio. Já na rua Veador Porto, uma árvore caiu próximo ao número 328, e na rua Frei Clemente. Na rua Paulino Azurenha com a rua Barão do Amazonas, também na zona Leste, uma árvore caiu em função do vento forte.

No bairro Humaitá, na zona Norte de Porto Alegre, os problemas ficaram concentrados nos postes de luz, fios energizados e uma árvore caída na avenida José Aloísio Filho. Também houve queda de fios na rua Bibiano de Almeida com a rua Manduca Rodrigues, no bairro Glória.

O temporal registrado na noite de quarta-feira deixa ainda pelo menos 1,5 mil consumidores sem energia elétrica no Rio Grande do Sul. De acordo com a CEEE, mil clientes estavam sem luz em Porto Alegre e outros 500 na área rural de Viamão, na Região Metropolitana. Conforme a companhia, as equipes trabalham para resolver os problemas.

No auge do temporal, aproximadamente 100 mil clientes da empresa chegaram a ser afetados em consequência da chuva e do vento forte. Os temporais também deixaram estragos e consumidores sem luz em outras regiões do Rio Grande do Sul. A RGE comunicou que ocorreu desabastecimento de energia elétrica para moradores das regiões Central, Missões, Norte e Vale do Taquari.

Em razão da chuva forte da noite de quarta-feira, a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), informou que as sinaleiras da avenida Padre Cacique próximo da subestação CEEE ficaram fora de operação. A empresa contabilizou mais de 30 semáforos desligados na madrugada de quinta-feira em razão do temporal. Os agentes realizaram operação manual nos principais cruzamentos, para orientar a circulação e minimizar risco de acidentes de trânsito.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895