Trabalhadores da saúde ganham homenagem do Hospital Moinhos de Vento

Trabalhadores da saúde ganham homenagem do Hospital Moinhos de Vento

Grafite na entrada da instituição destacava um profissional usando máscara de proteção facial, símbolo da luta contra a Covid-19

Eduardo Amaral

Obra de Jackson Brum tem como objetivo, segundo o artista, agradecer e lembrar da importância dos profissionais da saúde

publicidade

Em cada borrifo do spray, um agradecimento. Em cada cor, a gratidão pela dedicação a serviço da vida. A manhã desta sexta-feira, Dia do Trabalho, foi marcada por uma homenagem especial do Hospital Moinhos de Vento aos seus profissionais de saúde, especialmente aqueles que estão na linha de frente do combate à Covid-19. Na entrada principal dos colaboradores da instituição, na rua Doutor Vale, foi feito um mural em grafite com a imagem de um profissional da saúde usando máscara de proteção facial, item que se transformou em um marco dos tempos de enfrentamento a pandemia do novo coronavírus, e a frase "Juntos, redefinimos o amanhã. Muito obrigado aos nossos profissionais"..

“A máscara se tornou o símbolo mundial da luta contra a doença”, explica Camila Guerreiro da Silva, que trabalha no Departamento de Marketing do Moinhos de Vento. Segundo ela, a ideia de prestar a homenagem é uma forma de reconhecer o esforço de médicos, enfermeiros e técnicos em enfermagem no enfrentamento da pandemia. “Eles são nossos heróis que estão todos os dias salvando vidas.”

A obra foi feita por Jackson Brum, renomado nome dessa arte, com trabalhos espalhados por todo o Rio Grande do Sul. "É muito importante agradecermos e sempre lembrarmos essas pessoas, sobretudo nesse momento em que estamos vivendo", afirma Brum.

Experiente e reconhecido por seu trabalho artístico, ele conta que sua motivação maior para aceitar o trabalho foi o fato de justamente ser uma homenagem aos profissionais da saúde. “No estúdio não aceito qualquer trabalho nesse tempo de quarentena, mas é legal apoiar uma causa”, comentou. Mesmo que o trabalho fosse uma homenagem aos profissionais da área, o artista avalia que ele auxilia muito mais para mostrar o trabalho deles à sociedade. “Acho que agora eles estão sendo vistos com outros olhos por quem está de fora, porque é o trabalho diário deles, o que eles fazem agora é se doar 130%”.

Os primeiros traços e borrifos começaram a ser feitos quando o sol ainda ensaiava surgir no horizonte, trazendo uma surpresa para a equipe que chegava ao Moinhos para mais um dia de sua jornada. "Assim que cheguei, fui surpreendido por esse mural. A beleza dessa obra nos traz um abraço nesse dia e num momento tão importante para todos nós", descreve o urologista Gustavo Schroeder.

"Trabalhar num hospital em um momento de pandemia é bem difícil, mas ao mesmo tempo é gratificante. Toda ação que você desenvolve faz a diferença na vida do ser humano", afirma Shirlei Raquel Manteufel, analista de marketing do Hospital Moinhos, ao comentar sobre a homenagem. O mural, que tem seis metros de comprimento e dois metros de largura, levou cerca de quatro horas para ser concluído.

"Com essa obra, prestamos uma merecida homenagem, não só aos colaboradores do Hospital Moinhos, mas a todos os profissionais de saúde. Nesse momento tão desafiador para todos, eles são os protagonistas da luta pela vida. Sua dedicação e trabalho devem ser lembrados e celebrados por todos nós", afirma Diocélia Jungbluth, gerente de Relações com o Mercado do Hospital Moinhos de Vento.

Atualmente, a instituição tem cerca de 7,5 mil pessoas em sua equipe, sendo mais de 3,5 mil médicos e cerca de 3 mil na área assistencial.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895