Transplantados participam de encontro no Hospital de Clínicas

Transplantados participam de encontro no Hospital de Clínicas

Data serviu para comemorar 18 anos do primeiro procedimento na instituição

Mauren Xavier / Correio do Povo

Para celebrar a data, pacientes, médicos, enfermeiros e auxiliares prestaram depoimentos

publicidade

Dezenas de pessoas que fizeram transplante de medula óssea participaram na manhã desta segunda-feira de uma homenagem especial, no anfiteatro do Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA). O II Encontro de Transplantados de Medula Óssea serviu também para comemorar os 18 anos da realização do primeiro procedimento na instituição.

Para celebrar a data, pacientes, médicos e enfermeiros e auxiliares prestaram depoimentos e relataram suas experiências. Segundo a chefe do Serviço de Hematologia Clínica do HCPA, Liane Esteves Daudt, o tratamento não é um serviço isolado. Ao contrário, o sucesso está relacionado diretamente ao atendimento multidisciplinar que o paciente recebe. Para ela, além de homenagear os vitoriosos, o encontro serve para que os pacientes possam trocar experiências com aqueles que já fizeram o transplante.

Prestes a completar 10 anos do seu transplante, a confeiteira Rosângela Silva Martins era só sorrisos. Aos 35 anos, ela descobriu que estava com câncer e que a única maneira de se curar seria por meio do transplante. E teve sorte. Seu doador estava bem perto: o irmão Daniel, à época com 24 anos.

Curada, ela dá dois conselhos a quem enfrenta a doença. O primeiro é a fé em todos, principalmente na equipe. Na sequência, seguir à risca as orientações e restrições postas pelos médicos no tratamento e na fase de recuperação.

Até agora, mais de 600 pessoas já fizeram transplantes de medula no Clínicas, sendo que atualmente são realizados de seis a oito cirurgias mensais. Para a médica Lúcia Silla, que também integra a equipe, atualmente a unidade é uma das mais modernas do País.


Dezenas de pessoas que fizeram transplante de medula óssea participaramda homenagem | Foto: Vinícius Roratto

Bookmark and Share

Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895