Transporte de medicamentos do Uruguai para o Brasil tem apoio do Exército

Transporte de medicamentos do Uruguai para o Brasil tem apoio do Exército

Remédios foram direcionados para Porto Alegre e Florianópolis

Luciamem Winck

Carga saiu de Rio Branco, no Uruguai

publicidade

O Exército, por meio de unidades militares do Comando Militar do Sul, apoiou nesta sexta-feira no desembaraço alfandegário, armazenamento e transporte de medicamentos (neurobloqueadores, analgésicos e sedativos) indispensáveis no tratamento de pacientes que estão em Unidades de Tratamento Intensivo (UTI), na maioria em decorrência da Covid-19.

A carga de medicamentos, totalizando mais de 500 mil unidades, foi transportada durante a madrugada de Montevidéu a Rio Branco, no Uruguai, até a fronteira com Jaguarão. Os medicamentos foram recebidos e encaminhados ao Porto Seco de Jaguarão, onde ocorreu o desembaraço alfandegário e, em seguida, foram escoltados pelo Exército até Porto Alegre e Florianópolis, em apoio ao Ministério da Saúde.

A carga contém os seguintes tipos de medicamentos com as respectivas quantidades: Propofol 10mg (20ml) 20.080 unidades; Propofol 1% ( 20ml) 17.787 unidades; Propofol 1% ( 50ml); 1.000 unidades; Priaxim 4.000 unidades.

A carga transportada nos caminhões do Exército totaliza mais de 55 mil unidades de medicamentos. Foram empregadas 10 viaturas e 20 militares do 12° Regimento de Cavalaria Mecanizado (Jaguarão),  3° Batalhão de Suprimento ( Nova Santa Rita), 9° Batalhão de Infantaria Motorizado (Pelotas) e do 3° Batalhão de Polícia do Exercito (Porto Alegre) na operação.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895