Unidade da saúde Vila Elizabeth é reaberta no bairro Sarandi, em Porto Alegre

Unidade da saúde Vila Elizabeth é reaberta no bairro Sarandi, em Porto Alegre

Um total de 3.321 pessoas, a sua maioria idosas, são atendidas na estrutura que conta com três médicas, enfermeiras e agentes de saúde

Cláudio Isaías

Unidade de saúde Vila Elzabeth atende cerca de 3.321 pessoas, a sua maioria idosas, no bairro Sarandi, em Porto Alegre

publicidade

Os moradores do bairro Sarandi, em especial os que utilizam a unidade de saúde Vila Elizabeth, receberam nesta quarta-feira uma boa notícia: a reabertura do posto de saúde. A ação contou com a presença do secretário municipal da Saúde, Mauro Sparta, e de lideranças do Conselho Local de Saúde.

Um total de 3.321 pessoas, a sua maioria idosas, são atendidas na estrutura que conta com 163 metros quadrados. Desde as 8h, pacientes passaram a ter atendimento novamente no local. A unidade de saúde conta com uma equipe de três médicas, enfermeiras, técnicas de enfermagem e agentes de saúde.

Na semana passada, Mauro Sparta, visitou o prédio para avaliar a estrutura, que teve seu atendimento transferido para a Unidade de Saúde Nova Vila Brasília, a 900 metros do local. “Conversamos com a comunidade, que solicitou a reabertura do serviço. Estamos reativando a estrutura para fornecer atendimento à população”, afirmou Sparta.

Roselaine Modesto, integrante do Conselho Local de Saúde do bairro, elogiou a medida da prefeitura. "A reabertura era uma reivindicação dos moradores que tinham dificuldades para se deslocar até o posto Nova Brasília", ressaltou.

Outras três unidades de saúde (Jenor Jarros, Laranjeiras e Pitinga) passarão por reformas para terem o atendimento à população retomado. Segundo Sparta, esses locais necessitam de reparos e realização de intervenções, que podem levar até 60 dias, para que os prédios tenham condições de receber usuários para atendimento. 

O vereador Jonas Reis (PT) disse que a reabertura do posto da Vila Elizabeth é uma conquista da comunidade do bairro Sarandi. "Defendemos uma descentralização da atenção básica e primária em cada comunidade da cidade porque muitas vezes as pessoas não têm dinheiro para se deslocar até outro posto de saúde", ressaltou.

No dia 7 de dezembro de 2020, quatro unidades de saúde tiveram seu atendimento transferido para outros serviços. A unidade de saúde Vila Elizabeth (Sarandi) para a unidade de Saúde Nova Brasília; unidade de saúde Jenor Jarros (Rubem Berta) para unidade de saúde Ramos; unidade de saúde Laranjeiras (Alto Petrópolis) para unidade de saúde Morro Santana e Pitinga (Restinga) para a Clínica da Família Mauro Ceratti Lopes.

Uma decisão judicial, ainda no mês de dezembro, determinou a reabertura dos serviços. O cumprimento da decisão judicial começou com o encaminhamento da reabertura imediata dos serviços pelo então secretário de Saúde. Após aquele momento, foi iniciada a mobilização das equipes da secretaria para a reativação.

Giane Dewes, integrante do Conselho Local de Saúde do bairro Santa Rosa de Lima, na zona Norte de Porto Alegre, que participou da solenidade de reabertura da unidade de saúde Vila Elizabeth, disse que o secretário Mauro Sparta se comprometeu com a reabertura da unidade de saúde Jenor Jarros.

No local, segundo os integrantes do conselho de saúde local, são atendidas cerca de cinco mil pessoas. Giane Dewes defendeu a construção de um novo posto de saúde em um terreno ao lado do Jenor Jarros ou no terreno da escola estadual Bento Gonçalves.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895