Uso de máscara em locais fechados deixa de ser obrigatório em São Paulo

Uso de máscara em locais fechados deixa de ser obrigatório em São Paulo

Decisão tem validade imediata a partir desta quinta-feira (17), após queda constante dos indicadores da pandemia no Estado

R7

Decisão tem validade imediata a partir desta quinta-feira

publicidade

O governador de São Paulo, João Doria, anunciou nesta quinta-feira (17) a flexibilização do uso de máscaras contra Covid-19 em todos os ambientes. As exceções ficarão por parte do transporte público, seus respectivos locais de acesso — como estações de Metrô — os locais com serviços de saúde.

O novo decreto será publicado em edição extra do Diário Oficial do Estado nesta quinta e terá efeito imediato. No dia 9 de março, Doria já havia flexibilizado o uso da proteção em ambientes abertos. Com a melhora consistente dos indicadores da pandemia mesmo duas semanas depois das aglomerações do Carnaval, o estado decidiu avançar na liberação.

Veja Também

A decisão foi baseada em análises técnicas do Comitê Científico do Coronavírus de São Paulo, que também avaliaram o índice de vacinação com duas doses no Estado. Segundo dados do governo estadual, mais de 90% da população elegível (acima de 5 anos) para receber as doses das vacinas foi imunizada em São Paulo.

Em mais de dois anos de pandemia, a flexibilização do uso de máscara só começou a ser planejada pelo governo em novembro do ano passado. A gestão chegou a anunciar que desobrigaria as máscaras, mas voltou atrás depois da descoberta da variante Ômicron, muito mais transmissível que as cepas anteriores.

A cautela provou-se necessária depois que a variante varreu o país e o estado a partir do final do ano passado e fez a média móvel de casos atingir os piores indicadores de toda a pandemia no começo de 2022. Com mais de 80% da população imunizada com as duas doses, a cepa não teve o mesmo impacto avassalador no número de mortes e internações em São Paulo.

Além de São Paulo, outros estados que desobrigaram as pessoas parcialmente do uso de máscara são Rio de Janeiro, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul e Santa Catarina, além do Distrito Federal. 


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895