Vacinação contra a Covid-19 é realizada em 52 pontos da Capital

Vacinação contra a Covid-19 é realizada em 52 pontos da Capital

O Rolê da Vacina vai até as comunidades mais afastada para imunizar a população

Correio do Povo

Vacinação contra a Covid-19 é realizada em 52 pontos da Capital

publicidade

Com o oferecimento de 52 pontos de vacinação contra a Covid-19 e o retorno do Rolê da Vacina, Porto Alegre realizou nesta quarta-feira a imunização das pessoas que precisam receber a primeira dose da Pfizer, a segunda dose da Coronavac, da AstraZeneca ou da Pfizer e também a dose de reforço.

No bairro Cascata, na zona Sul da Capital, o Rolê da Vacina foi realizado na sede da Associação Cultural de Capoeira. A aposentada Zenaide de Jesus, 75 anos, elogiou a iniciativa da prefeitura de levar a vacinação contra o coronavírus até as comunidades mais afastadas. A comerciária Letícia Aquino, 33 anos, disse que estava mais aliviada após ter realizado a segunda dose. "Vou seguir me cuidando e vou continuar usando máscara e higienizando as mãos”, ressaltou ela.

O Rolê da Vacina também foi realizado na sede da ONG Misturaí, na Vila Planetário, no bairro Santana, no período da tarde. A aplicação da primeira dose contra a Covid-19 teve prosseguimento com a imunização de adolescentes com 12 anos ou mais, no shopping João Pessoa, no Largo Glênio Peres, em 13 farmácias parceiras e em 35 unidades de saúde. Sete postos de saúde - Belém Novo, Diretor Pestana, Morro Santana, Primeiro de Maio, Ramos, São Carlos e Tristeza - funcionaram até as 21h. 

O intervalo de aplicação das doses da Pfizer é de oito semanas. Com isso, puderam receber a aplicação da segunda dose do imunizante pessoas vacinadas até o dia 18 de agosto. Com relação à segunda dose de AstraZeneca e da Coronavac, foi mantido o intervalo de dez semanas e 28 dias, respectivamente. Assim, quem recebeu a primeira dose até o dia 4 de agosto (AstraZeneca) e 15 de setembro (Coronavac) já pode completar o esquema vacinal.

A dose de reforço foi aplicada para pessoas com 60 anos ou mais vacinadas com a segunda dose até o dia 12 de abril e imunossuprimidos com esquema vacinal completo até o dia 15 de setembro. Profissionais de saúde que receberam a segunda dose até o dia 4 de abril também podem receber a dose de reforço. Para profissionais receberem a terceira dose, é preciso apresentar documento de identificação, carteira de vacinação com o registro das duas doses e comprovante do registro no Conselho de Classe. Para imunossuprimidos, é necessário também comprovante da condição de saúde, por meio de atestado médico, nota de alta hospitalar ou receita de medicação. 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895