Vacinação contra a Covid-19 tem movimento abaixo do esperado em Porto Alegre

Vacinação contra a Covid-19 tem movimento abaixo do esperado em Porto Alegre

Gestantes e puérperas puderam receber aplicação da 1ª dose da Pfizer nesta quarta-feira

Felipe Samuel

Primeira dose da Pfizer foi disponibilizada nesta quarta-feira em Porto Alegre

publicidade

A aplicação da primeira dose da vacina Comirnaty/Pfizer contra a Covid-19 nesta quarta-feira para gestantes e puérperas com comorbidade e sem comorbidade (mas com indicação médica) para pessoas com comorbidades com 18 anos ou mais e pessoas com deficiência permanente com 59 anos ou mais foi marcada por movimento moderado nas 12 unidades de saúde que disponibilizaram o imunizante. Mesmo com filas em algumas unidades, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) projetava movimento maior nos postos de saúde.

No Centro de Saúde Modelo, no Santana, e na Unidade de Saúde Santa Marta, no Centro Histórico, houve maior movimento. Apesar disso, a vacinação transcorreu sem maiores problemas. A carioca Caroline Angélica Azeredo, 28, chegou no Centro de Saúde Modelo no começo da tarde. Grávida de três meses, conseguiu atendimento em menos de 15 minutos. "A primeira dose da vacina traz uma certa segurança. E pelo que dizem os especialistas o bebê já nasce com anticorpos contra o novo coronavírus", afirma.

De acordo com a diretora de Atenção Primária da SMS, Caroline Schirmer, a expectativa era de um público maior nos postos de vacinação. "Algumas pessoas não quiseram se vacinar com a Coronavac e preferiram esperar para tomar a Pfizer. Mas não teve tanta procura, foi bem tranquilo nas unidades que estavam vacinando com a Pfizer", avalia. Com a retomada da aplicação da Coronavac nesta quinta-feira, a tendência é de movimento maior nas unidades.

Veja Também

 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895