Vacinação contra Covid-19 tem grande procura em Porto Alegre

Vacinação contra Covid-19 tem grande procura em Porto Alegre

Foram imunizados idosos com 62 anos ou mais em unidades de Saúde e três drive-thrus

Cláudio Isaías

Foram imunizados idosos com 62 anos ou mais em unidades de Saúde e três drive-thrus

publicidade

A vacinação dos idosos com 62 anos ou mais contra a Covid-19 foi muito movimentada na manhã deste sábado nos seis postos de saúde e nos três drive-thrus em Porto Alegre referência para a imunização. Todos os pontos de aplicação permanecem abertos até as 17h. 

Na unidade de saúde Assis Brasil, na avenida Assis Brasil, na zona Norte da Capital, por volta das 7h, havia mais de 40 pessoas na fila - todas mantinham um distanciamento social. A circulação também foi intensa nos drive-thurs do Big Sertório, do Big BarraShoppingSul e da PUCRS. 

Veja Também

No Big Sertório, desde as 7h, já havia veículos na fila aguardando a abertura do estacionamento do hipermercado. Os servidores da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) e os militares do Exército prestaram todo o apoio para quem foi se imunizar contra o coronavírus.

No posto de saúde Assis Brasil, na zona Norte da Capital, o aposentado Ismael Ferreira, 62 anos, disse que estava muito feliz por ter realizado a vacina contra a Covid-19.  A dona de casa Nádia Martins, 62 anos, elogiou o trabalho dos profissionais da saúde e do Exército e desejou vacina para todos os brasileiros. 

Para aplicação da primeira dose da vacina, é necessário levar documento com CPF e comprovante de residência em Porto Alegre. No caso da segunda dose, é preciso levar documento com CPF e a carteira de vacinação com registro da primeira aplicação. 

Quem perdeu o cartão de vacinação deve procurar uma unidade de saúde e solicitar outro. As unidades podem acessar o sistema e resgatar o registro da aplicação da primeira dose. Sem o cartão, não é possível receber a segunda dose. 

Neste domingo, haverá aplicação da vacina contra a Covid-19 em tendas instaladas no Parque da Redenção, das 9h às 17h, e na unidade móvel da SMS, que estará na Praça México, no Jardim Leopoldina, das 9h às 15h. Nos locais, serão oferecidas primeiras e segundas doses do imunizante. 

A ação no Parque da Redenção é uma parceria da SMS com a Associação Médica do Rio Grande do Sul (Amrigs), Panvel, EquipeG e Instituto do Câncer Infantil.

Além do posto de saúde Assis Brasil, que teve uma grande circulação de pessoas com 62 anos ou mais, o público realizou a aplicação da vacina nas unidades de saúde São Carlos, na avenida Bento Gonçalves, no bairro  Partenon, Gloria, na avenida Oscar Pereira; Tristeza, na avenida Wenceslau Escobar; Clínica da Família Álvaro Difini, no bairro Restinga; e no Morro Santana, na rua Marieta Menna Barreto. 

A secretaria da Saúde informou que não haverá vacinação nas 19 farmácias parceiras da SMS na campanha de imunização contra a Covid-19 neste final de semana. 

Na segunda e terça-feira, dias 19 e 20 de abril, os locais oferecerão nova oportunidade de primeira dose para profissionais de saúde e trabalhadores de apoio em serviços de saúde. Durante toda a semana, exceto na quarta-feira, dia 21, Feriado de Tiradentes, as farmácias também vão oferecer a segunda dose para pessoas que receberam a primeira dose em farmácias há pelo menos 21 dias.

Com o início da campanha de vacinação contra a gripe (H1N1) e a continuidade da imunização contra Covid-19, a Secretaria Municipal de Saúde informa que há diferentes unidades de saúde para atendimento das duas campanhas em Porto Alegre. Os locais são escolhidos a partir de critérios como estrutura, facilidade de acesso e segurança. Estão separados em duas listas de postos para evitar aglomerações. 

No caso da gripe, o atendimento é feito de segunda a sexta-feira, em 40 unidades de saúde. Já a vacinação contra Covid-19 é realizada em outras 30 unidades de saúde, drive-thrus e farmácias parceiras, no último caso para públicos específicos. Apenas os Centros de Saúde Modelo, IAPI e Santa Marta concentram o atendimento de ambas as campanhas.

Na primeira etapa da vacinação contra a gripe, que vai até 10 de maio, a imunização é destinada a crianças de seis meses a menos de 6 anos, gestantes e puérperas (que deram à luz recentemente), indígenas e trabalhadores da área de saúde. 

No caso da vacinação contra Covid-19, a chegada do novo lote de vacinas ao Estado na sexta-feira, permitiu ampliar a imunização para a faixa etária de 62 anos.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895