Vacinação de pessoas a partir dos 48 anos começa com filas em Porto Alegre

Vacinação de pessoas a partir dos 48 anos começa com filas em Porto Alegre

No Centro de Saúde Modelo, mais de 100 pessoas estavam na fila aguardando pelo imunizante por volta das 8h

Cláudio Isaías

No drive-thru da PUCRS, que começou a atender a partir das 9h, mais de 70 carros estavam na avenida Ipiranga aguardando para ingressar no estacionamento da universidade

publicidade

Com a formação de filas nos postos de saúde, homens e mulheres de 48 anos ou mais começaram a ser vacinados contra a Covid-19 em Porto Alegre nesta segunda-feira. Nem o frio intenso e a temperatura de oito graus registrada nos termômetros de rua impediram que as pessoas chegassem cedo nas 12 unidades de saúde para realizar a imunização com a vacina da Pfizer, da Coronavac e da Janssen.

No Centro de Saúde Modelo, no bairro Santana Capital, mais de 100 pessoas estavam na fila aguardando pelo imunizante por volta das 8h. A fila passou pela avenida João Pessoa e chegou até a rua Laurindo.

Na unidade Santa Cecília, no bairro Santana, muita gente chegou cedo para esperar pela imunização contra o coronavírus. A fila com cerca de 200 pessoas chegou até a esquina da avenida Protásio Alves. Servidores da unidade de saúde auxiliaram o público que chegou por volta das 7h ao local.

No Centro de Saúde Santa Marta, no Centro Histórico, muita gente chegou por volta das 6h30min para realizar a vacinação contra a Covid-19. No drive-thru da Pontifícia Universidade Católica (PUCRS), que começou a atender a partir das 9h, mais de 70 carros estavam na avenida Ipiranga, no sentido Centro/bairro, aguardando para ingressar no estacionamento da universidade. Servidores da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), com apoio de militares do Exército brasileiro, aplicaram a primeira e segunda dose da Coronavac. O atendimento segue até as 17h.

No Centro de Saúde Modelo, a técnica em radiologia Iara Siqueira Mendes, 48 anos, disse que estava feliz por ter realizado a vacinação. "Pensei que fosse a imunização fosse demorar. Espero que todas as pessoas sejam vacinadas o mais rápido possível", ressaltou.

Morador do bairro Menino Deus, o auxiliar administrativo Gerson Menezes, 48 anos, chegou cedo ao Modelo. Ele afirmou que estava ansioso em realizar a imunização contra a Covid-19. "Estava muito preocupado porque essa doença é terrível. Graças a Deus consegui ser vacinado", ressaltou.

No Centro de Saúde Santa Marta, o público recebeu aplicação da dose da Pfizer e o tempo de espera chegou a quase uma hora. Um funcionário do posto de saúde realizou a distribuição de senhas e organizou a fila de quem foi em busca do imunizante.

Além da primeira dose (Coronavac, Pfizer e Janssen) para homens e mulheres com 48 anos ou mais, fora dos grupos prioritários, também foi disponibilizado a segunda dose da vacina Coronavac, para todos que estão com o esquema vacinal em atraso, assim como a segunda dose para quem tomou a Pfizer há 21 dias e Astrazeneca há pelo menos 12 semanas.

A imunização na terça-feira para D1 e também D2 Coronavac ocorrerá das 8h às 17h em 12 unidades de saúde, em três drive-thrus, das 9h às 17h, e em 20 farmácias credenciadas, também das 9h às 17h.

A D2 Astrazeneca/Oxford será aplicada em 33 unidades de saúde. A vacina Pfizer não é disponibilizada nos drive-thrus, porque exige condições especiais de acondicionamento e preparo. Só é aplicada nas unidades de saúde e nas farmácias credenciadas.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895