Vice-governador do Rio diz que resgate em Angra vai até a noite

Vice-governador do Rio diz que resgate em Angra vai até a noite

Pelo menos 22 morreram soterrados. Veja vídeo com imagens do desabamento

Maioria dos hóspedes da pousada é de turistas de São Paulo e Minas Gerais

publicidade

O vice-governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, afirmou, em entrevista à GloboNews, que o trabalho de resgate das vítimas de desabamentos causados pela chuva em Angra dos Reis deve se estender ao longo da noite desta sexta-feira. De acordo com o o superintendente operacional da Defesa Civil no Estado do Rio, coronel Luis Guilherme Ferreira dos Santos, pelo menos 15 morreram  no desabamento da Pousada Sankay, na Ilha Grande, e outras sete no Morro do Carioca.

O deslizamento de terra atingiu a pousada por volta das 4h30min desta sexta-feira. Ao menos 40 pessoas estavam hospedadas no local. Mais de 80 bombeiros e 20 policiais trabalham no resgate de corpos e na busca de possíveis sobreviventes. A Marinha também ajuda nas buscas. O prefeito de Angra dos Reis, Tuca Jordão, declarou, no início da tarde desta sexta-feira, estado de calamidade pública na cidade. Confira vídeo com imagens do desabamento:







O vice-governador fluminense disse ainda que o governo do Estado entrou em contato com empresas empreiteiras da região solicitando caminhões e reboques para auxiliar na remoção dos escombros. Equipes do Corpo de Bombeiros, Defesa Civil e moradores locais também realizam o trabalho. "É um quadro difícil, as pessoas da região relatam que nunca viram um caos assim aqui", disse. Pezão informou ainda que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva entrou em contato se solidarizando com as famílias das vítimas.

Bombeiros
De acordo com o comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Pedro Machado, estão sendo utilizadas pás, enxadas e escavadeiras para a retirada dos escombros da Pousada Sankay. Não há informação sobre se a construção era irregular. "O deslizamento começou do alto da montanha. Caíram pedras, árvores, foi um grande 'lamaçal'", descreveu.

Com informações do Portal R7

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895