Vigilância em Saúde de Porto Alegre recebe doses das vacinas AstraZeneca e Coronavac

Vigilância em Saúde de Porto Alegre recebe doses das vacinas AstraZeneca e Coronavac

Mais de 57 mil doses produzidas pela Fiocruz e as mais 4,8 mil do Butantan terão focos de imunização diferentes

Cláudio Isaías

Porto Alegre recebeu nova remessa das vacinas Astrazeneca / Oxford (57.980 doses) e da Coronovac (4.890 doses)

publicidade

Os servidores municipais da Diretoria de Vigilância em Saúde (DVS), em Porto Alegre, receberam nesta terça-feira uma nova remessa das vacinas Astrazeneca/Oxford, da Fiocruz (57.980 doses), e da Coronovac, do Instituto Butantan (4.890 doses). Os imunizantes da Coronavac/Butantan serão usados para segundas doses. Já as vacinas da AstraZeneca são destinadas a pessoas com comorbidades, pessoas com deficiência cadastradas, gestantes e puérperas com comorbidades.

As vacinas foram colocadas na sala de imunização da DVS na avenida Padre Cacique, no bairro Menino Deus, em Porto Alegre. Em uma ação rápida, os funcionários receberam os imunizantes e trataram de realizar o armazenamento. Os imunizantes foram retirados na Central Estadual de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos (Ceadi), na avenida Ipiranga, na zona Leste de Porto Alegre, e transportado de van para a sede da DVS.

A logística do governo do Estado garante uma distribuição rápida das vacinas o que pode ocorrer no prazo de 24 horas. Nesta semana, devido a manutenção das aeronaves o governo do Estado não pode contar com este recurso para o transporte das doses. Na sede da Ceadi, as cargas de vacina foram retiradas na manhã desta terça-feira pelas Coordenadorias Regionais de Saúde de Porto Alegre, Pelotas, Bagé, Cachoeira do Sul, Santa Crus do Sul, Lajeado, Osório e pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) da Capital.

Já os municípios da Região Metropolitana de Porto Alegre como Alvorada, Canoas, Esteio, Gravataí, Montenegro, Novo Hamburgo, São Leopoldo, Sapucaia do Sul, Taquara e Viamão fizeram a retirada dos imunizantes no período da tarde. As cargas das vacinas com destino as cidades de Santa Maria, Palmeira das Missões, Passo Fundo e Santo Ângelo que foram de caminhão deixaram a sede da Ceadi no começo da manhã.

O Ministério da Saúde informou que está trabalhando em todas as frentes para que haja o cumprimento do Plano Nacional de Vacinação Contra a Covid- 19. Mesmo com a autonomia de estados e municípios na distribuição e aplicação das vacinas, a pasta, em uma gestão tripartite, alerta para a necessidade de se seguirem as orientações coordenadas pelo Ministério da Saúde, que prevê ciclos de vacinação de acordo com os grupos prioritários definidos em estudos populacionais com a comunidade científica.

Outra orientação do ministério é que as pessoas com comorbidades sejam convocadas para vacinação de acordo com a sua idade, dos mais velhos para os mais jovens. O critério de priorização obedece ao Plano Nacional de Imunizações (PNI).

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895