Índia autoriza vacina de dose única da Johnson & Johnson

Índia autoriza vacina de dose única da Johnson & Johnson

Medida visa acelerar a campanha de vacinação por medo de uma nova onda de infecções

AFP

publicidade

A Índia aprovou o uso da vacina de dose única contra o coronavírus da Johnson & Johnson para acelerar sua campanha de vacinação, como uma medida de emergência por medo de uma nova onda de infecções. 

O ministro da Saúde, Mansukh Mandaviya, disse que a medida fortalecerá a luta contra a pandemia na Índia, onde pelo menos 200 mil pessoas morreram em uma onda brutal que durou dois meses até meados de junho. "A Índia expande sua cesta de vacinas! Vacina de dose única contra a Covid-19 da Johnson & Johnson aprovada para uso emergencial na Índia", anunciou o ministro no Twitter.

Nenhuma indicação foi dada sobre quando essas doses serão enviadas para a Índia, um país de 1,3 bilhão de pessoas que já injetou 500 milhões de doses. No entanto, apenas 8% da população recebeu duas injeções.

A Índia continua sendo um dos países mais afetados pela pandemia, com mais de 32 milhões de casos confirmados e 427.000 mortes. Mas levando em consideração que nem todos os casos são declarados, os especialistas estimam que os números sejam muito maiores.

Além disso, eles alertaram sobre os perigos da lenta taxa de vacinação, que coloca a Índia em risco de uma nova onda de infecções. O número de novos casos e mortes começou a aumentar nas últimas duas semanas.


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895