Acidente no Cairo foi ato terrorista, diz presidente
capa

Acidente no Cairo foi ato terrorista, diz presidente

Abdel Fatah al-Sissi prestou condolências às famílias em rede social

Por
AFP

Polícia atribui responsabilidade pelo acidente ao grupo Hasm

publicidade

O presidente egípcio, Abdel Fatah al-Sissi, classificou de "ato terrorista", nesta segunda-feira, o choque entre vários veículos no Cairo, o qual deixou cerca de 20 mortos. Nas redes sociais, Al-Sissi apresentou suas condolências "ao povo egípcio e às famílias dos mártires mortos no covarde incidente de origem terrorista", que a polícia atribuiu ao grupo Hasm. De acordo com o governo, essa célula seria ligada à Irmandade Muçulmana.