Amal Clooney renuncia ao cargo de emissária britânica devido à revisão do acordo do Brexit

Amal Clooney renuncia ao cargo de emissária britânica devido à revisão do acordo do Brexit

Advogada disse que intenção de violar o direito internacional traz consequências devastadoras ao mundo

AFP

Advogada disse que intenção de violar o direito internacional traz consequências devastadoras ao mundo

publicidade

A famosa advogada Amal Clooney renunciou, nesta sexta-feira, seu cargo de enviada especial do Reino Unido para a liberdade de imprensa, considerando "lamentável" que o governo britânico queira revogar claúsulas do acordo do Brexit, em vigor desde janeiro.

O executivo de Boris Johnson deixou a União Europeia indignada ao apresentar um projeto de lei, atualmente em debate no Parlamento, que revoga alguns dos compromissos assinados no Tratado de Retirada, em uma violação aberta do direito internacional.

"É insustentável para mim, como enviada especial, pedir a outros Estados que respeitem e cumpram suas obrigações internacionais enquanto o Reino Unido afirma que não tem intenção de fazer isso", explicou a advogada libanesa-britânica, especializada em direitos humanos, em sua carta de demissão ao chanceler Dominic Raab.

"É lamentável que o Reino Unido diga que tem a intenção de violar um tratado internacional assinado pelo primeiro-ministro há menos de um ano", continuou. "Isso ameaça incentivar os governos autocráticos a violar o direito internacional com consequências devastadoras em todo o mundo".

 


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895