Após massacre em escola, Biden cobra mudança na política de armas dos EUA

Após massacre em escola, Biden cobra mudança na política de armas dos EUA

Presidente norte-americano afirmou estar cansado de ver ataques como o de Uvalde se repetirem no país dia após dia

R7

Presidente norte-americano afirmou estar cansado de ver ataques como o de Uvalde se repetirem no país dia após dia

publicidade

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, afirmou nesta terça-feira (24) que o país precisa enfrentar o lobby bélico e mudar a política de aquisição e posse de armas de fogo, após ataque a tiros terminar com ao menos 20 mortos no Texas — sendo 18 crianças.

Em coletiva de imprensa horas após o massacre da escola de Uvalde, Biden questionou por qual razão outros países não têm incidentes com armas de fogo na mesma proporção dos Estados Unidos. "Quando, pelo amor de Deus, vamos enfrentar o lobby das armas?", disse o presidente.

Veja Também

Biden também citou diversos ataques deste tipo, incluindo os eventos em Nova Iorque e Califórnia, que aconteceram há cerca de uma semana. Na ótica do presidente, é muito simples adquirir uma arma no território norte-americano.

O mandatário também lamentou a morte dos jovens do Texas e afirmou que as crianças do colégio que sobreviveram viram os amigos morrerem como um soldado em um campo de batalha.

“Quantas vezes terei que ver isso?”, declarou Biden, que reforçou que passou seu mandato como senador lutando contra situações como esta do Texas.



Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895