Apagão deixa grande parte da Venezuela às escuras
capa

Apagão deixa grande parte da Venezuela às escuras

Nicolás Maduro denunciou "sabotagem" contra usina hidrelétrica de Guri

Por
AFP

Caracas tinha cerca de metade das linhas com problemas

publicidade

Um apagão maciço deixou Caracas e grandes regiões da Venezuela no escuro nesta quinta-feira. O governo de Nicolás Maduro denunciou uma "sabotagem" contra a principal barragem de geração de energia elétrica no país. De acordo com a imprensa, a falha afeta a Venezuela toda, com cortes em mais da metade dos estados: Zulia, Táchira, Mérida e Lara (oeste), Miranda, Vargas, Aragua e Carabobo (centro-norte), Cojedes (centro), Monagas e Anzoátegui (leste) e Bolívar (sul).

"Sabotaram a geração na central hidrelétrica de Guri... Isso faz parte da guerra elétrica contra o Estado. Não permitiremos", publicou no Twitter a estatal Corporación Eléctrica Nacional (Corpoelec).

Guri, em Bolívar, é uma das maiores represas geradoras de energia da América Latina, atrás apenas da de Itaipu, entre Brasil e Paraguai. A luz foi cortada em Caracas às 16h50min, afetando amplas zonas da cidade e serviços como o metrô.

Linhas telefônicas e internet têm serviços intermitentes. Os apagões são comuns na Venezuela, sendo crônicos na região ocidental, embora venham se espalhando para outras áreas.